FIOS DE TEMPORALIDADES NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Cristiane Elvira de Assis Oliveira

Palavras-chave:

Temporalidades, Crianças, Cotidiano.

Resumo


Este texto teve como objetivo narrar o olhar/sentir das professoras da Educação Infantil, participantes na/da pesquisa de Mestrado em Educação de uma Universidade Federal, a respeito das temporalidades de crianças de uma escola de educação em tempo integral. A noção de temporalidade se refere às maneiras como as crianças da Educação Infantil experienciavam o tempo no cotidiano escolar. Na tessitura dessa pesquisa, foi utilizado como perspectiva teórico-político-epistemológico-metodológica (OLIVEIRA; SGARBI, 2008) a pesquisa no/do/com o cotidiano. Pôde-se perceber na pesquisa com as professoras que estas demonstravam sensibilidade e respeito pela temporalidade de cada criança, visualizando outras formas das crianças experienciarem o tempo no cotidiano escolar. Faz-se importante que as professoras dialoguem a respeito das temporalidades de crianças e tenham sensibilidade com a forma pela qual a criança lida com o tempo na escola. Dessa forma, a criança expressará seu tempo e será possível problematizar a organização do tempo escolar, podendo, assim, experienciar outras práticas cotidianas.

Downloads

Publicado

03-08-2014

Como Citar

OLIVEIRA, C. E. de A. FIOS DE TEMPORALIDADES NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Travessias, Cascavel, v. 8, n. 1, 2014. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/10274. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO