A LEITURA: PRINCIPAL INSUMO PARA A PRODUÇÃO TEXTUAL

Autores

  • Aparecida Feola Sella
  • Poliana Sella

Palavras-chave:

Leitura, produção textual, argumentatividade

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir sobre a importância da leitura no desenvolvimento da produção textual em nível escolar e compartilhar resultados obtidos em experiência didática de leitura e produção textual vinculada a projeto de parceria entre a Universidade Estadual do Oeste do Paraná e uma escola rural do município de Cascavel - Paraná. Discute-se aqui a eficácia da leitura ampla e diversificada de um tema específico para a construção e consolidação de conhecimento a fim de facilitar a produção textual, ou seja, mediante a leitura amplia-se o conhecimento linguístico, a percepção das características de diferentes gêneros textuais e as possibilidades de construção de argumentos a serem defendidos na produção de texto. A fundamentação teórica deste artigo conta com autores como Martins (1994), Geraldi (1991) e Bakhtin (2010). A discussão aqui proposta está pautada no Sociocognitivismo interacional e na ideia de texto como processo de interação produtor-texto-leitor. Quanto à abordagem dos mecanismos argumentativos textuais, apoiamo-nos na Linguística Textual.

Downloads

Publicado

29-07-2014

Como Citar

SELLA, A. F.; SELLA, P. A LEITURA: PRINCIPAL INSUMO PARA A PRODUÇÃO TEXTUAL. Travessias, Cascavel, v. 8, n. 1, 2014. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/10336. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO