UM ESTUDO CARTOGRÁFICO-ESTÉTICO-DISCURSIVO DO CINEMA BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO

Autores

  • Fabiana Tavolaro Maiorino
  • Simone Oliveira Camillo

Palavras-chave:

arte, cinema, contemporâneo, cinema nacional

Resumo


O artigo propõe um mapeamento temático-estético do cinema contemporâneo brasileiro, a partir de dois eixos principais de disrupção : ousadia formal e viés sócio-crítico. Para isso, as autoras selecionaram filmes pós década de 1990 nacionais, para alcançar uma  possível cartografia de obras fílmicas que contivessem em sua produção/direção alguma dessas vias inovadoras, com as típicas marcas do cinema contemporâneo mundial. Para organizar esse possível mapeamento arqueológico, inspiradas em Foucault e Mascarello & Baptista, as autoras criaram disparadores estéticos-discursivos, que serviram como orientadores das discussões dos filmes, que puderam tipificar o modo de disrupção daquela obra. A partir dessa cartografia, pudemos contemplar,  o modo como o cinema contemporâneo brasileiro tem inovado, com uso de diferentes recursos estéticos, discursivos e enunciativos, tais como as  tomadas de câmara inusitadas, o uso cromático diferenciado, o recurso sonoro como protagonista fílmico, entre outros. Essa discussão cartográfica pode  então, nos explicitar diferentes  modos de dizer sobre e  do fazer-se sujeito na contemporaneidade, por meio da dialogia entre obra e o olhar espectador artista e infame, aproximando-nos da vocação da arte, que é nos imergir numa experiência com o que há de mais  originário na vida: nossa finitude e transitoriedade, como Heidegger e Nietzsche  nos ensinaram.

Downloads

Publicado

19-12-2014

Como Citar

MAIORINO, F. T.; CAMILLO, S. O. UM ESTUDO CARTOGRÁFICO-ESTÉTICO-DISCURSIVO DO CINEMA BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO. Travessias, Cascavel, v. 8, n. 3, 2014. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/10531. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: ARTE E CULTURA: EXPERIÊNCIAS ESCOLARES SOBRE O TEMA