Escrita reflexiva profissional na formação inicial do professor: questionamentos em linguística sistêmico-funcional

Autores

  • Bruno Gomes Pereira

Palavras-chave:

Letramento, gênero, transitividade

Resumo


Trata-se de uma pesquisa desenvolvida no curso de mestrado em Ensino de Língua e Literatura (MELL), na Universidade Federal do Tocantins. O objetivo é analisar como o professor em formação inicial, aqui denominado de aluno-mestre, se autorrepresenta por meio de sua escrita reflexiva profissional e como estas autorrepresentações apontam para sua prática de letramento no complexo contexto de estágio. Os dados analisados são relatórios de estágio supervisionado obrigatório produzidos ao final da disciplina de Estágio Supervisionado de uma Licenciatura Plena em Pedagogia, com habilitação também em Gestão Escolar. Os dados foram produzidos no primeiro semestre de 2011 durante o período de regência. Do tipo documental e de abordagem qualitativa, nossa investigação está inserida no campo interdisciplinar da Linguística Aplicada (LA). Como principal aporte teórico-metodológico, mobilizamos as diretrizes da Linguística Sistêmico-Funcional (LSF), especialmente no que se refere ao Sistema de Transitividade da oração.

Referências

BARBARA, L.; MACÊDO, C. M. M. Linguística sistêmico-funcional para a análise de discurso: um panorama introdutório. Cadernos de Linguagem e Sociedade. Brasília: UNB/PPGL, 2009. n. 10, v. 1, p. 89-107.

CUNHA, M. A. F. da; SOUZA, M. M. de. Transitividade e seus contextos de uso. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007.

EGGINS, S. An Introduction to Systemic Functional Linguistics. 2ª ed. London: Continuum, 2004.

FARAH, B. F. Representações de Professores da Escola Básica feitas por alunos-mestre em Relatórios de Estágio Supervisionado da Licenciatura em Letras. In: I Seminário de Língua e Literatura da UEPA, 2013, Conceição do Araguaia. Anais do I Seminário de Língua e Literatura da UEPA, 2013.

FONTANA, R. A. C. Estágio: Do labirinto aos frágeis fios de Ariadne. In.: GONÇALVES, A. V. et al (orgs). Estágio Supervisionado e Práticas Educativas: Diálogos interdisciplinares. Dourados (MS): Editora UEMS, 2011. p. 19-32.

HALLIDAY, M. A. K. An Introduction to Functional Grammar. Hodder Education, 1994.

HALLIDAY, M.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. Halliday’s Introduction to Functional Grammar. 4th. Ed. London: Routledge, 2014.

HALLIDAY, M. A. K.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. An Introduction to Functional Grammar. Hodder Education, 2004.

KLEIMAN, A. Letramento e suas Implicações para o Ensino de Língua Materna. In.: Signo. Santa Cruz do Sul, v.32 n.53, p1-25, dez 2007.

LATOUR, B. Ciência em Ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

MALINOWSKI, B. Coral gardens and their magic. United Kingdom: Read Books, 1935.

MELO, L. C. de. et al. Escrita acadêmica na escrita reflexiva profissional: citações de literatura científica em relatórios de estágio supervisionado. Bakhtiniana: revista de estudos do discurso. São Paulo: PUC/SP, 2013 (no prelo).

PEREIRA, B. G. Professores em Formação Inicial no Gênero Relatório de Estágio Supervisionado: Um estudo em licenciaturas paraenses. 2014. 140 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Língua e Literatura) – Universidade Federal do Tocantins, Araguaína, 2014.

PEREIRA, B. G. Uma Reflexão da Linguística Sistêmico-Funcional em Relatórios de Estágio Supervisionado Obrigatório em Licenciaturas Paraenses. In: I Seminário de Língua e Literatura da UEPA, 2013, Conceição do Araguaia. Anais do I Seminário de Língua e Literatura da UEPA, 2013a.

PEREIRA, B. G. Escrita Reflexiva Profissional em Relatórios de Estágio em Licenciaturas Paraenses: Um panorama introdutório. In: I Simpósio de Linguística, Literatura e Ensino do Tocantins (I SILLETO), 2013, Araguaína. Anais do I Simpósio de Linguística, Literatura e Ensino do Tocantins (I SILLETO), 2013b.

PUCCETTI, R. O Ensino em Artes e a Formação Reflexiva: Olhares sobre a formação docente. In.: GONÇALVES, A. V. et al (orgs). Estágio Supervisionado e Práticas Educativas: Diálogos interdisciplinares. Dourados (MS): Editora UEMS, 2011. p. 101-124.

ROSSI, A. M; FUZER, C. Representações para homens e mulheres em um texto bíblico. In.: Revista Querubim. Rio de Janeiro, v.1 n.08, p. 10-23, fev. 2012.

SILVA, W. R. Reflexão pela escrita no estágio supervisionado da licenciatura: Pesquisa em linguística aplicada. 2014a (no prelo).

SILVA, W. R. Considerações sobre o Contexto de Cultura na Linguística Sistêmico-Funcional. 2014b (no prelo).

SILVA, W. R. Estudos do letramento do professor em formação inicial nos estágios supervisionados das licenciaturas. In.: SILVA, W. R. (org). Letramento do Professor em Formação Inicial: Interdisciplinaridade no Estágio Supervisionado da Licenciatura. Campinas/São Paulo: Pontes Editores, 2012. p. 27-52.

SILVA, W. R.; BARBOSA, S. M. A. D. Desafios do Estágio Supervisionado numa licenciatura dupla: flagrando demandas e conflitos. In.: GONÇALVES, A. V. et al (orgs). Estágio Supervisionado e Práticas Educativas: Diálogos interdisciplinares. Dourados (MS): Editora UEMS, 2011. p. 181-206.

SILVA, W. R.; PEREIRA, B. G. Letramento Acadêmico no Estágio Supervisionado da Licenciatura. In.: Raído, Dourados: Editora da UFGD, v.7 , n.13, p. 37 - 60 jan./jun. 2013.

THOMPSON, G. Introducing Functional Grammar. 3rd. Ed. London: Routledge, 2014.

Downloads

Publicado

06-07-2016

Como Citar

PEREIRA, B. G. Escrita reflexiva profissional na formação inicial do professor: questionamentos em linguística sistêmico-funcional. Travessias, Cascavel, v. 10, n. 2, p. 35–44, 2016. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/14314. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: LITERATURA, LEITORES, TEXTOS PRETEXTOS E DESTERRITORIALIDADES.