TRADUÇÃO CULTURAL E IDENTITÁRIA: QUATRO OLHARES SOBRE THE RAVEN

Autores

  • Simone Conti de Oliveira

Palavras-chave:

Tradução Literária – tradição – cultura – identidade

Resumo


Este artigo pretende tecer considerações a respeito de The Raven, poema de Edgar Allan Poe, a partir de traduções feitas por quatro autores famosos: Machado de Assis, Fernando Pessoa, Stéphane Mallarmé e  Charles Baudelaire. Algumas percepções a que se chegou foram que, apesar de as traduções de Machado e Pessoa serem em língua portuguesa, pouco se assemelham, não apenas pelo fato de os escritores pertencerem a culturas distintas, mas por pertencerem também a tradições diferentes. Quanto às traduções de Mallarmé e Baudelaire, em prosa, estas nos fazem questionar em que medida a forma não acaba por sobrepor-se ao conteúdo. Ainda por intermédio das traduções desses quatro (novos?) textos reflexões sobre identidade, autoria e originalidade tornam-se imprescindíveis.

Downloads

Publicado

04-11-2011

Como Citar

DE OLIVEIRA, S. C. TRADUÇÃO CULTURAL E IDENTITÁRIA: QUATRO OLHARES SOBRE THE RAVEN. Travessias, Cascavel, v. 5, n. 2, 2011. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/5571. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

TRADUÇÕES