A RETÓRICA DO MEDO EM CONTEXTOS DE VIOLÊNCIA SIMBÓLICA

Autores

  • Albeiro Mejia Trujillo

Palavras-chave:

Retórica, Medo, Tortura, Violência

Resumo


A promoção dos Direitos Humanos instituída com a criação de Organizações supra-nacionais, e a fixação de leis e Tribunais Internacionais para combater diversas formas de violência tem sido fundamental para que o avanço no respeito e valorização da vida humana se torne instrumento de civilidade cada vez mais eficaz. Todavia, a violência simbólica carece de visibilidade e dizibilidade, motivo pelo qual inexistem instrumentos jurídicos capazes de combatê-la. O ensaio aqui apresentado enseja chamar a atenção para o fenômeno da Retórica do Medo em contextos de Violência Simbólica, haja vista haver fatos de alta recorrência nos mais variados espaços sociais e que não podem ser criminalizados nem combatidos dado o seu caráter inverificável. Denominamos como Violência Simbólica os atos e discursos de natureza não física que causam impactos psicológicos profundos capazes de modificar a vida das pessoas sobre tudo quando as mesmas não têm consciência e/ou capacidade de reagir.

Downloads

Publicado

19-09-2012

Como Citar

TRUJILLO, A. M. A RETÓRICA DO MEDO EM CONTEXTOS DE VIOLÊNCIA SIMBÓLICA. Travessias, Cascavel, v. 6, n. 2, 2012. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/6552. Acesso em: 21 out. 2021.

Edição

Seção

ENSAIOS E TEMAS INTERDISCIPLINARES