ATITUDES QUE EVIDENCIAM A CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE EM UMA INSTITUIÇÃO CARDIOVASCULAR

Autores

  • Marciele Misiak
  • Vera Radünz
  • Grace Teresinha Marcon Dal Sasso
  • Francis Solange Vieira Tourinho

DOI:

https://doi.org/10.48075/vscs.v2i2.15453

Palavras-chave:

Segurança do Paciente, Equipe de Enfermagem, Cultura Organizacional, Gerenciamento de segurança.

Resumo


Objetivo: Estudo quantitativo do tipo survey que objetivou identificar as atitudes de segurança que evidenciam a cultura de segurança das equipes de enfermagem de uma instituição cardiovascular. Metodologia: Realizado na unidade de emergência, unidades de internação e unidade coronariana de uma instituição cardiovascular da Região Sul do Brasil. Aplicou-se o Questionário de Atitudes Seguras (SAQ) a uma população de 75 profissionais de enfermagem. Para análise utilizou-se estatística descritiva e inferencial aplicando o Teste t de Student e Teste U de Mann-Whitney. Resultados: Observou-se certa similaridade entre as médias dos profissionais Enfermeiros e dos Técnicos de Enfermagem nas dimensões clima de trabalho em equipe, satisfação no trabalho, percepções de gerência e condições de trabalho. Na dimensão clima de segurança os Técnicos de Enfermagem apresentam média mais elevada e na dimensão reconhecimento do estresse os Enfermeiros possuíam maior média de escore. A dimensão mais positiva foi reconhecimento do estresse (77,6 – 65,1) a dimensão mais negativa foi condições de trabalho (35,6 – 36,1). Conclusão: A avaliação da cultura de segurança do paciente na instituição cardiovascular estudada nos mostra o quão frágil é essa cultura em todas as dimensões estudadas e a necessidade de envolvimento de toda a equipe multiprofissional em todos os níveis hierárquicos. DESCRITORES: Segurança do Paciente; Equipe de Enfermagem; Cultura Organizacional; Gerenciamento de segurança,  

Downloads

Publicado

22-12-2016

Como Citar

MISIAK, M.; RADÜNZ, V.; DAL SASSO, G. T. M.; TOURINHO, F. S. V. ATITUDES QUE EVIDENCIAM A CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE EM UMA INSTITUIÇÃO CARDIOVASCULAR. Varia Scientia - Ciências da Saúde, [S. l.], v. 2, n. 2, p. 102–114, 2016. DOI: 10.48075/vscs.v2i2.15453. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variasaude/article/view/15453. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais