EFETIVIDADE DE CÓRNEAS DOADAS

Autores

  • Maristela Salete Maraschin
  • Ricardo dos Santos Hospital Universitário do Oeste do Paraná/HUOP
  • Nelsi Salete Tonini Universidade Estadual do Oeste do Paraná/UNIOESTE, campus Cascavel/PR
  • Elizabeth Aparecida de Souza

DOI:

https://doi.org/10.48075/vscs.v4i1.19495

Palavras-chave:

Doação de órgãos, córnea, transplante, doação de tecidos.

Resumo


Objetivo: conhecer o índice de descarte de tecidos oculares por má qualidade e sorologias reagentes, no período de janeiro a dezembro de 2014 e de janeiro a junho de 2015, das captações realizadas na região oeste do Paraná. Metodologia: Estudo descritivo, retrospectivo e quantitativo. O período do estudo foi de janeiro a dezembro de 2014 e de janeiro a junho de 2015, totalizando 432 doações, no período estudado. Resultados: Os resultados mostram que a faixa etária predominante foi entre 53 a 57 anos de idade, de doadores masculinos, a maior taxa de descartes de tecidos oculares doados foi por sorologias reagentes para hepatites virais B, C e por HIV. Conclusão: É necessário um melhor entendimento sobre o processo de doação de órgãos, pois as dúvidas geram uma tomada de decisão desfavorável por parte da população, assim como outros estudos para aprofundar a temática.

Downloads

Publicado

24-07-2018

Como Citar

MARASCHIN, M. S.; SANTOS, R. dos; TONINI, N. S.; SOUZA, E. A. de. EFETIVIDADE DE CÓRNEAS DOADAS. Varia Scientia - Ciências da Saúde, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 101–109, 2018. DOI: 10.48075/vscs.v4i1.19495. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variasaude/article/view/19495. Acesso em: 26 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais