Uma indicação sobre como tratar filosoficamente o problema da inteligência artificial

José Atílio Pires Pires da Silveira

Resumo


O presente estudo apresenta uma proposta de aproximação ao problema da inteligência artificial.
Nosso entendimento é que as abordagens para o problema da IA são de natureza dicotômica, o que
causa um impasse que impede o avanço da discussão. A maneira de lidar com a questão da IA forte
que sugerimos é o resultado do cruzamento do pensamento de três filósofos do século XX, John
Langshaw Austin (1911-1960), Reinhard Koselleck (1923-2006) e Douglas Hofstadter (1945). Austin,
nos adverte quanto aos problemas falsos com os quais poderíamos encontrar se a configuração
metafísica em que abordamos o assunto fosse dualista do tipo dicotômico. A reflexão sobre os
objetivos do projeto de IA é profundamente influenciada por modelos metafísicos dicotômicos, o que
torna o aviso de Austin altamente relevante para quem se predispõe a refletir sobre esse problema.
Koselleck, apresenta uma possibilidade de superar o impasse dicotômico através de sua visão
estratificada do tempo histórico. Na concepção de Koselleck, o tempo histórico é constituído por
camadas que não formam pares de oposição, pois todos produzem efeitos um sobre o outro. Seu
modelo temporal pressupõe outro arranjo metafísico, no qual as perspectivas de entendimento do
que acontece são muito mais variadas e diversas do que as partes constituintes que formam um par
dicotômico. Ao pensar o tempo como algo que pode ser estratificado, ele desenvolve uma nova
concepção de tempo que não é linear nem circular. Quanto a Hofstadter, ao lidar com a noção de volta
estranha, ele apresenta um movimento de pensamento que tem expressão nas artes e na matemática.
Um arranjo de pensamento que, em nossa opinião, reúne as condições para superar os limites
impostos pelo modo de pensar dicotômico aplicado ao problema da IA.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.6394/aoristo.v3i1.24881

Direitos autorais 2020 Aoristo - International Journal of Phenomenology, Hermeneutics and Metaphysics

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Aoristo - International Journal of Phenomenology, Hermeneutics and Metaphysics
ISSN 2526-592X (versão eletrônica)
Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Toledo
Curso de Filosofia da UNIOESTE
Rua da Faculdade, 645 - Jardim La Salle
CEP: 85903-000 – Toledo-Paraná-Brasil