A GENTE NÃO QUER SÓ DINHEIRO...A GENTE QUER DINHEIRO E FELICIDADE”: NOTAS E REFLEXÕES NO CONTEXTO DA CIÊNCIA ECONÔMICA

PERY FRANCISCO ASSIS SHIKIDA

Resumo

Uma das polêmicas do mundo
moderno, observada por economistas, é a de
que existem pessoas mais felizes entre os
grupos mais ricos vis-à-vis os mais pobres.
Neste contexto, o objetivo deste artigo é
analisar a relação da felicidade com o dinheiro
à guisa da literatura econômica. Como
principal resultado, a felicidade está
relacionada, no âmbito microeconômico, com
a reflexão pessoal que envolve o bem-estar
derivado da utilização e acesso aos produtos e
serviços. Contudo, para o indivíduo possuidor
de altas rendas, o dinheiro não traz felicidade,
no outro extremo, em que os recursos são
escassos, mais dinheiro dá uma expressiva
contribuição à felicidade das pessoas. No
âmbito macroeconômico, a felicidade
perpassa pela melhoria da estabilidade e
desenvolvimento econômicos.

Palavras-chave

Economia, felicidade, dinheiro.

Texto completo:

PDF