AS COMPETÊNCIAS DE SECRETÁRIOS QUE ATUAM NA GESTÃO PÚBLICA: PERCEPÇÕES DE GESTORES E PROFISSIONAIS

LIS SOARES SEVERINO, Teresinha Maria Cavalcanti Cochrane, Francisca Daniele Ferreira, Conceição de Maria Pinheiro Barros

Resumo

O conceito de gestão por competências emergiu na pauta das discussões da Administração Pública Federal, em virtude dos desafios enfrentados e da necessidade de sustentação das políticas de redefinição das instituições públicas, objetivando conferir-lhes eficiência e nível de excelência nos serviços prestados. Este trabalho objetiva analisar as competências de secretários que atuam na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará, na percepção de gestores e profissionais. Metodologicamente, possui abordagem qualitativa; quanto ao desenvolvimento no tempo, foi desenvolvida uma pesquisa longitudinal prospectiva. A coleta de dados foi realizada em duas etapas: a primeira fase em 2011 e a segunda em 2016, visando comparar os resultados e identificar possíveis evoluções em relação ao tema, tendo como instrumento de coleta de dados a aplicação de questionário. O universo da investigação foi composto por 48 servidores (secretários e gestores) lotados na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará em 2011 e 45 em 2016. A interpretação dos resultados foi feita à luz da teoria estudada por meio da técnica de análise de conteúdo. Após a análise dos resultados, inferiu-se que, diante dos desafios que se apresentam, a Administração Pública na Universidade percebe que a forma de gerenciamento do passado não é mais adequada ao atual contexto social e institucional. Assim, desperta para a necessidade de rever os mecanismos de capacitação, de modo a desenvolver nos servidores secretários as competências necessárias ao alcance de maior eficiência e de melhores resultados.

Palavras-chave

Gestão por competências. Administração Pública Federal. Secretariado.

Texto completo:

PDF

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BARROS, Conceição de Maria Pinheiro et al. As Competências Gerenciais Desenvolvidas pelos Secretários Executivos. Revista de Gestão e Secretariado: GeSec, São Paulo, v. 4, n. 2, p.25-47, 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2017.

BARROS, Conceição de Maria Pinheiro; SILVA, Joelma Soares da; FERREIRA, Francisca Daniele. Gestão secretarial: delineando atividades, funções e competências gerenciais. Geecont, Floriano, v. 2, n. 2, p.140-171, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2017.

BRANDÃO, Hugo Pena; GUIMARÃES, Tomas de Aquino. Gestão de Competências e gestão de desempenho: tecnologias distintas de um mesmo construto?.Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 41, n. 1, p.8-15, 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2017.

BRASIL. Decreto nº 5707 de 23 de fevereiro de 2006.Institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, e regulamenta dispositivos da Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Disponível em: www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/decreto/d5707.html. Acesso em 20 mar. de 2016.

CUSTÓDIO, Conceição de Maria Pinheiro Barros.; FERREIRA, Francisca Daniele.; SILVA, Luiza Virgínia de Castro e. O profissional de secretariado na gestão pública: um Estudo de caso na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC). Secretariado Executivo em Revista, v. 4, 2008, p. 1-14. Disponível em: http://seer.upf.br/index.php/ser/article/view/1770/1178. Acesso em: 12 jan. de 2017.

DUTRA, Joel Souza et al. Gestão por competências: um modelo avançado para o gerenciamento de pessoas. In: DUTRA, Joel Souza. Gestão de pessoas com base em competências. 8. ed. São Paulo: Gente, 2001.

FLEURY, Afonso; FLEURY, Maria Tereza Leme. Estratégias Empresariais e formação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópio da indústria brasileira. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

_________. Construindo o conceito de competência. RAC, Edição Especial 2001, p. 183-196. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rac/v5nspe/v5nspea10.pdf. Acesso em: 9 ago. de 2017.

GIANINI, Viviana Cristina; GERARDIN JUNIOR, Ubirajara. Gestão Educacional: a atuação do profissional secretário nas organizações educacionais. Gesec – Revista de Gestão e Secretariado, São Paulo, v. 1, n. 2, p.32-52, jul./dez. 2010. Semestral. Disponível em: . Acesso em: 09 ago. 2017.

GODOY, Arilda Schimidt. Pesquisa Qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 35, n.3, 1995, p. 20-29. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75901995000300004. Acesso em: 8 ago. de 2017.

HOCHMAN, Bernardo.; NAHAS, Fabio Xerfan.; OLIVEIRA FILHO, Renato Santos de.; FERREIRA, LydiaMasako. Desenhos de pesquisa. Acta Cirúrgica Brasileira, v. 20 (Supl. 2), 2005, p. 1-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-86502005000800002. Acesso em: 10 ago. de 2017.

LEAL, Fernanda Geremias.; DALMAU, Marcos Baptista Lopez. Análise das competências secretariais requeridas pela Universidade Federal de Santa Catarina em comparação ao perfil profissiográfico do secretário executivo. Revista de Gestão e Secretariado - GeSec, São Paulo, v. 5, n. 3, 2014, p. 143-174. Disponível em: https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/289. Acesso em: 9 ago. de 2017.

LEAL, Fernanda Geremias.; MORAES, Mário Cesar Barreto. Perspectivas de atuação do secretário executivo na gestão da internacionalização da educação superior. Revista de Gestão e Secretariado -GeSec, São Paulo, v. 8, n. 1, jan./abr. 2017, p. 138-167. Disponível em: https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/575. Acesso em: 10 ago. de 2017.

LEME, Rogério. Aplicação prática de gestão de pessoas por competências: mapeamento, treinamento, seleção, avaliação e mensuração de resultados de treinamento. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005.

LIMA, Thays Ferreira.; CANTAROTTI, Aline. A formação e a construção de competências para a atuação do profissional de secretariado executivo – um estudo de caso em uma Empresa Júnior. Revista de Gestão e Secretariado, São Paulo, v. 1, n. 2, jul./dez. 2010, p. 94-122. Disponível em: https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/download/17/84. Acesso em: 10 ago. de 2017.

OLIVEIRA, Andréia Jung Guidio Ribeiro de.; LOHMANN, Mônica Roberta. O profissional de Secretariado Executivo no suporte à gestão escolar. Revista Intersaberes, Curitiba, ano 5, n. 9, 2010, p. 132-143. Disponível em: https://www.uninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/194/153. Acesso em: 10 ago. de 2017.

OLIVEIRA, Tânia Modesto Veludo de. Escalas de Mensuração de Atitudes: Thurstone, Osgood, Stapel, Likert, Guttman, Alpert. Administração On Line: Prática - Pesquisa - Ensino, São Paulo, v. 2, n. 2, p.1-19, abr./Não é um mês valido! 2001. Trimestral. Disponível em: . Acesso em: 18 jan. 2011.

PIRES, Alexandre Kalil et al. Gestão por competências em organizações de governo. Brasília: ENAP, 2005.

SANTOS, Marcos Pereira dos. Importância do domínio de línguas estrangeiras pelos profissionais de secretariado executivo para atuação no mercado de trabalho em tempos de globalização: uma abordagem crítico-reflexiva. Revista de Gestão e Secretariado - GeSec, São Paulo, v. 3, n. 1, 2012, p 94-108. Disponível em: https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/82. Acesso em: 10 ago. de 2017.