CONTORNOS DO CORPO

Venus Brasileira Couy

Resumo


Neste trabalho faz-se uma série de indagações acerca da noção de corpo.

Inicialmente a autora elenca a questão proposta por Spinoza e mais tarde retomada por Deleuze:

“que pode o corpo?” E prossegue ao indagar: que pode, afinal, o corpo modificado? Propõe-se

ainda a pensar acerca das modificações corporais deliberadas pelo sujeito na contemporaneidade.

Seriam, afinal, os modos de intervenção corporal uma maneira do sujeito lidar com o mal-estar

provocado pela imagem de seu corpo? O texto apresenta a conhecida proposta de Lacan sobre a

função estrutural da imagem na constituição do eu. No pensamento filosófico, a autora percorre

a dicotomia entre razão e corpo e aponta sua inadequação. Aborda ainda o que denomina de

indizível do corpo, o que nele não se adestra, não se disciplina, não se encaixa e não se molda.


Palavras-chave


Corpo; Modificações corporais; Função estrutural da imagem.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2009 Autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob CC-BY-NC-SA 4.0 que permite o compartilhamento do trabalho com indicação da autoria e publicação inicial nesta revista

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.