NÃO MATE AS BIXAS, DEIXE-AS VIVER! PENSANDO O DIREITO À VIDA A PARTIR DOS APONTAMENTOS DE EMMANUELLEVINAS

Autores

  • Thiago Henrique Almeida de Carvalho Programa de Pós-Graduação em Antropologia/UFPE
  • David Ferreira de Araújo Programa de Pós-Graduação em Sociologia/UFPE

Palavras-chave:

Emmanuel Levinas, Direito à vida, Não matarás, Heteronormatividade, LGBT .

Resumo


O presente trabalho busca refletir, a partir dos apontamentos teóricos de Emmanuel Levinas, o direito à vida, uma vez que alguns “cidadãos de bem” se acham no direito de escolher quem pode e deve viver. Assim, torna-se necessário questionar as constantes mortes e perseguições à comunidade LGBT+, tendo em vista a nossa atual situação política-ideológica heteronormativa que, através do atual presidente da república Jair Messias Bolsonaro e de suas pautas governamentais, faz por disseminar discursos de ódio contra tais minorias. Logo, torna-se fundamental discutir, além do atual cenário compulsório que legitima a heterossexualidade como forma “sadia” de viver a sexualidade, sobre a falta de cuidado com outro e as diferentes forma de viver. Assim, cremos existir somente uma forma de viver nossa sexualidade, fazendo das outras uma “aberração” e “pecado”. Tais idealizações refletem diretamente em formas de violência tanto simbólica quanto física, acarretando em mortes de pessoas LGBT’s. Desta forma, a partir dos apontamentos teóricos de Levinas (2010), refletiremos sobre o não matarás. Não matem as bixas, deixem-as viver e sonhar. Desse modo, para dar sustentação a discussão tecida aqui, seguimos os preceitos da pesquisa bibliográfica, que é desenvolvida diante de material já elaborado, constituído de livros e artigos científicos.

Biografia do Autor

Thiago Henrique Almeida de Carvalho, Programa de Pós-Graduação em Antropologia/UFPE

Licenciado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco e Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Antropologia pela mesma instituição de ensino.

David Ferreira de Araújo, Programa de Pós-Graduação em Sociologia/UFPE

Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco e Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Sociologia pela mesma instituição de ensino.

Downloads

Publicado

25-12-2021

Como Citar

CARVALHO, T. H. A. de; ARAÚJO, D. F. de. NÃO MATE AS BIXAS, DEIXE-AS VIVER! PENSANDO O DIREITO À VIDA A PARTIR DOS APONTAMENTOS DE EMMANUELLEVINAS. Alamedas, [S. l.], v. 9, n. 2, 2021. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/26963. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios