Ensino da administração: as traduções das competências para os planos de ensino são possíveis?

Management education: are translations of skills into teaching plans possible?

Autores

  • Sandra Stockli Arantes Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG), mestre em Educação pela UFMT, bacharel em Administração e bacharel em Recursos Humanos, emaill: sandra.stockli@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0001-6264-2576
  • Miguel Arantes Normanha Filho Centro Universitário Autônomo do Brasil (UniBrasil), mestre em Administração e mestre em Gerontologia, bacharel em administração, emaill: m.arantesprof@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0001-5304-1509

DOI:

https://doi.org/10.48075/csar.v20i38.18402

Palavras-chave:

Ensino da Administração. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Administração. Competências.

Resumo


Às dificuldades encontradas no ensino da Administração quando da validação de Planos de Ensinos desenhados e voltados para a formação de bacharéis, com destaque para as definições das competências previstas Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de Graduação, bacharelado que compõe o perfil do egresso, que devem ser identificadas e traduzidas pelos docentes nos planos e que sejam efetivamente alcançadas ao final do curso, é a abordagem do artigo. Assim, surgiu o problema da pesquisa: as competências definidas nas Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de Graduação em Administração, bacharelado, contempladas no Projeto Pedagógico de Curso e formuladas nos Planos de Ensino – de cada componente curricular de um curso de graduação, bacharelado em Administração – estão de fato, tendo eficácia instrumental sobre a formação dos profissionais Administradores? Definiu-se assim o objetivo geral da pesquisa: compreender como os docentes que preparam os Planos de Ensino, traduzem as competências emanadas das Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de Graduação em Administração, bacharelado e do Projeto Pedagógico de Curso para os planos, definindo as metodologias necessárias para as aulas, contemplando a teoria e a prática que garantam o alcance das competências previstas. A pesquisa de campo foi o método usado por meio de um estudo de caso em um curso de graduação em Administração, bacharelado de uma instituição de ensino particular. O problema definido, a despeito da prática adotada pelo curso enfatizando competências, não foi respondido totalmente. Trabalhar com competências no ensino da Administração revelou ser uma tarefa difícil, pois tais competências envolvem entendimento conceitual, usos de práticas de ensino como as metodologias ativas, que propiciam o equacionamento da teoria com a prática como também, a experiência docente que impacta na tradução das competências que faz.

Downloads

Publicado

30-12-2021

Como Citar

ARANTES, S. S.; NORMANHA FILHO, M. A. . Ensino da administração: as traduções das competências para os planos de ensino são possíveis? Management education: are translations of skills into teaching plans possible?. Ciências Sociais Aplicadas em Revista, [S. l.], v. 20, n. 38, p. 139–166, 2021. DOI: 10.48075/csar.v20i38.18402. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/csaemrevista/article/view/18402. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Administração, Ciências Contábeis e Direito (Interdisciplinar)