Uma análise comparativa: dados sócios econômicos do Brasil, América Latina, OCDE e G20, os quais interferem diretamente na previdência

A comparative analysis: economic partnerships from Brazil, Latin America, OECD and G20, which interfer directly on the pension

Autores

  • Jully Anne Palhares Lins de Albuquerque Universidade Federal de Juiz de Fora – Campus Governador Valadares, bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Juiz de Fora, email: jully.albuquerque@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0001-7973-3650
  • Aline Gomes Peixoto Universidade Estadual do Amazonas, mestre em Administração Pública pela Universidade Federal de Viçosa, email: alinegpeixoto07@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-1507-3363
  • Isabella Nunes da Silveira Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus Governador Valadares, bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Juiz de Fora, email: znunes13@hotmail.com https://orcid.org/0000-0002-0764-9297
  • Jander Ângelo Diogo Ferreira Universidade Federal de Viçosa, mestre em Administração Pública pela Universidade Federal de Viçosa, email: janderdiogo@yahoo.com.br https://orcid.org/0000-0001-8602-4000

DOI:

https://doi.org/10.48075/csar.v20i38.22225

Palavras-chave:

Previdência, América Latina, OCDE, G20.

Resumo


Manter o sistema previdenciário em equilíbrio é um desafio não só para o Brasil, como para diversos países ao redor do mundo. O objetivo desse trabalho foi analisar e comparar o regime de previdência pública brasileira com os de países pertencentes ao G20, OCDE e América Latina. Para isso foi realizada uma pesquisa qualitativa exploratória, do sistema previdenciário público do Brasil e dos pertencentes a cada um dos blocos econômicos citados. Através da análise das receitas e despesas do sistema público de previdência brasileira e das taxas de fecundidade e de expectativa de vida, assim como, da análise de força de trabalho, rácio de dependência de idosos e idade de aposentadoria, entre os referidos países, pôde-se concluir que o Brasil, em relação aos demais, está em ritmo acelerado. Suas taxas estão proporcionalmente maiores do a que de potencias mundiais, o que compromete o futuro da previdência no país. 

Downloads

Publicado

30-12-2021

Como Citar

ALBUQUERQUE, J. A. P. L. de; PEIXOTO, A. G.; SILVEIRA, I. N. da; FERREIRA, J. Ângelo D. Uma análise comparativa: dados sócios econômicos do Brasil, América Latina, OCDE e G20, os quais interferem diretamente na previdência: A comparative analysis: economic partnerships from Brazil, Latin America, OECD and G20, which interfer directly on the pension. Ciências Sociais Aplicadas em Revista, [S. l.], v. 20, n. 38, p. 108–138, 2021. DOI: 10.48075/csar.v20i38.22225. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/csaemrevista/article/view/22225. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos de Administração, Ciências Contábeis e Direito (Interdisciplinar)