AS PARTICULARIDADES DO EMPODERAMENTO DA MULHER E EM CONSEQUÊNCIA O DESEMPODERAMENTO DO HOMEM

Autores

  • Francieli do Rocio de Campos

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v16i24.11399

Palavras-chave:

desenvolvimento rural, empoderamento feminino, relações de gênero

Resumo


Este trabalho tem por objetivo refletir sobre o empoderamento da mulher e o desempoderamento do homem na condução das atividades no Assentamento 8 de Junho, localizado em Laranjeiras do Sul – PR. Esta dinâmica foi identificada pelos dados e informações coletadas por meio de entrevistas e questionários aplicados para 20 famílias da comunidade rural do Assentamento 8 de Junho. Os resultados da pesquisa evidenciam um público que divide as atividades laborais entre agrícolas e não-agrícolas, e as atividades não-agrícolas tem sido responsáveis por gerar essa discussão sobre empoderamento da mulher e desempoderamento do homem. Porque a alterou a conduta das tarefas, funções e atividades dos lotes, e suas conseqüências como renda, envolvimento com espaço externo, conhecimento tem gerado elementos de desenvolvimento pessoal, local e crescimento econômico. Dessa forma, pela pesquisa foi possível perceber que as atividades e a forma como esta sendo conduzida a organização do assentamento, as mulheres não tem sido empoderadas, mas sim os homens tem sido desempoderados pelo envolvimento de atividades fora da propriedade.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

CAMPOS, F. do R. de. AS PARTICULARIDADES DO EMPODERAMENTO DA MULHER E EM CONSEQUÊNCIA O DESEMPODERAMENTO DO HOMEM. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 16, n. 24, p. 99, 2000. DOI: 10.48075/rfc.v16i24.11399. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/11399. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos