A TAXONOMIA DE BLOOM NAS AULAS EXPERIMENTAIS DE QUÍMICA: UMA ESTRATÉGIA VIÁVEL PARA A AVALIAÇÃO DE OBJETIVOS NO PLANEJAMENTO DO ENSINO DE QUÍMICA

Autores

  • ELTON SIMOMUKAY

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v17i26.12078

Palavras-chave:

Ensino de Química, Taxonomia de Bloom, Experimentação em Química, Aprendizagem.

Resumo


Aprender se tornou um item obrigatório para que todos os cidadãos possam exercer seu papel na sociedade moderna. A escola proporciona uma oportunidade em nossas vidas em que desenvolvemos aptidões e competências a fim de obtermos a realização e a satisfação pessoal além de auxiliar na construção social da sociedade em que vivemos. Para sermos capazes de alcançar tais êxitos muitas foram as teorias da aprendizagem desenvolvidas ao longo desses anos. Neste artigo procurou-se rever através do emprego de  uma destas teorias, a taxonomia de Bloom,na aplicação de um experimento de química verificando a sua importância no esclarecimento e visualização dos objetivos de aprendizagem no ensino de química.

Downloads

Publicado

19-08-2016

Como Citar

SIMOMUKAY, E. A TAXONOMIA DE BLOOM NAS AULAS EXPERIMENTAIS DE QUÍMICA: UMA ESTRATÉGIA VIÁVEL PARA A AVALIAÇÃO DE OBJETIVOS NO PLANEJAMENTO DO ENSINO DE QUÍMICA. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 17, n. 26, p. 117, 2016. DOI: 10.48075/rfc.v17i26.12078. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/12078. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos