FORMAÇÃO DOCENTE, APP LEARNING E LETRAMENTO DIGITAL: um estudo da percepção dos professores sobre o aplicativo Padlet

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v22i35.24532

Palavras-chave:

Letramento Digital, Formação docente, Simpósio Nacional de Tecnologias Digitais na Educação (SNTDE) - Brasil, Padlet.

Resumo


Investigação que objetiva relatar a experiência de formação docente com o uso do Padlet, destacando suas ferramentas, características e possibilidades de uso em práticas educacionais. Trata-se de um relato de experiência, com fins descritivos, realizada entre os dias 25 e 27 de julho de 2018, e contou ao todo com 9 (nove) professores, destes 3 (três) docentes do ensino de nível médio e 6 (seis) docentes do ensino superior. Pra tanto fez uso da pesquisa bibliográfica e documental, grupo e fórum de discussão no próprio Padlet, cuja abordagem é puramente qualitativo, e para interpretação dos dados utilizou-se a Análise de Conteúdo de Bardin (2016). Discute o letramento digital e e como este tem sido essencial no processo de formação docente, e seus impactos nos contextos educativos. Relata a convergência do letramento digital na formação docente com o Padlet, pontuando as percepções dos docentes no processo. Reforça a necessidade de formação docente e letramento digital em eventos nacionais, proporcionando aos professores contato, experimentação e compreensão das novas ferramentas, visando posterior integração na escola.

Biografia do Autor

Maurício José Morais Costa, Universidade Federal do Maranhão

Mestre em Cultura e Sociedade da Universidade Federal do Maranhão (PGCULT-UFMA) da Linha de Pesquisa 2 - Cultura, Educação e Tecnologia. Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Maranhão (2016). Especializando em Design Instrucional pelo Centro Universitário Senac São Paulo. Docente do Centro Universitário Unidade de Ensino Superior Dom Bosco (UNDB). Atualmente é membro do Grupo de Estudos e Pesquisas Sobre Tecnologias Digitais na Educação (GEP-TDE), do Grupo de Estudo e Pesquisas em Patrimônio Cultural, ambos vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (PGCult) e do Grupo de Estudos e Pesquisas na Análise de Materiais Publicados, de Divulgação da Ciência, em Mídia Digital ou Impressa (GEP-DCMIDI) vinculado ao Departamento de Biblioteconomia da Universidade Federal do Maranhão.

João Batista Bottentuit Júnior, Universidade Federal do Maranhão

Doutor em Ciências da Educação com área de especialização em Tecnologia Educativa pela Universidade do Minho, Mestre em Educação Multimídia pela Universidade do Porto, Tecnólogo em Processamento de Dados pelo Centro Universitário UNA e Licenciado em Pedagogia pela Faculdade do Maranhão. É também Especialista em Docência no Ensino Superior pela PUC-MG, Engenharia de Sistemas pela ESAB e Educação a Distância pelo UNISEB. É professor Associado I da Universidade Federal do Maranhão, atuando no Departamento de Educação II. É Professor Permanente dos Programas de Pós-graduação em Cultura e Sociedade (Mestrado Acadêmico) e Gestão de Ensino da Educação Básica (Mestrado Profissional), atua na linha de Cultura, Educação e Tecnologia (Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação). É líder do grupo de Estudos e Pesquisas em Tecnologias Digitais na Educação (GEP-TDE). É membro do comitê científico da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) desde 2012.

Downloads

Publicado

08-10-2020

Como Citar

MORAIS COSTA, M. J.; BOTTENTUIT JÚNIOR, J. B. FORMAÇÃO DOCENTE, APP LEARNING E LETRAMENTO DIGITAL: um estudo da percepção dos professores sobre o aplicativo Padlet. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 22, n. 35, p. 98, 2020. DOI: 10.48075/rfc.v22i35.24532. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/24532. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos