PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: UM ESTUDO COM A POPULAÇÃO DO SUDOESTE DO PARANÁ

Autores

  • Gabriela Venzon
  • Edson Santos Melo Universidade Estadual do Oeste do Paraná Campus de Francisco Beltrão

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v23i37.26174

Palavras-chave:

Aposentadoria. Educação previdenciária. Previdência complementar. Sudoeste do Paraná.

Resumo


Incertezas quanto às condições financeiras pessoais no período pós-laboral têm assumido importância cada vez maior dado todo o contexto previdenciário nacional. Diante disso, esse artigo tem por objetivo analisar o comportamento dos investimentos em previdência complementar da população residente na mesorregião Sudoeste do Paraná, considerando o ano de 2019 como período de análise. Para tanto, realizou-se um levantamento, viabilizado por um questionário aplicado a 402 entrevistados. Os resultados revelaram que a população pesquisada acredita não estar assegurada pela Previdência Social. No entanto, apenas uma parcela mínima dos entrevistados realizava outras aplicações visando se resguardarem financeiramente no futuro, como a previdência complementar. Contudo, é grande o percentual de pessoas que demonstraram não conhecer algumas informações básicas do produto. Assim, concluiu-se que se necessita de maiores investimentos em educação previdenciária para que as pessoas estejam aptas a tomarem as melhores decisões financeiras sobre suas aposentadorias.

Biografia do Autor

Gabriela Venzon

Bacharela em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Francisco Beltrão.

Edson Santos Melo, Universidade Estadual do Oeste do Paraná Campus de Francisco Beltrão

Mestre em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa. Doutorando em Desenvolvimento Regional pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Professor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Francisco Beltrão.

Downloads

Publicado

07-04-2021

Como Citar

VENZON, G.; MELO, E. S. PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: UM ESTUDO COM A POPULAÇÃO DO SUDOESTE DO PARANÁ. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 23, n. 37, p. 244–271, 2021. DOI: 10.48075/rfc.v23i37.26174. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/26174. Acesso em: 16 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos