A SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL (SAN) E A CONSERVAÇÃO DOS ECOSSISTEMAS: A INTERSETORIALIDADE NAS POLÍTICAS PÚBLICAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v23i37.27010

Palavras-chave:

políticas públicas, segurança alimentar e nutricional, unidades de conservação, agricultura familiar, serviços ecossistêmicos

Resumo


No contexto global, no qual o modelo predominante de produção alimentar é uma das principais causas de degradação ecossistêmica, esta pesquisa buscou refletir sobre a interface entre políticas públicas de segurança alimentar e nutricional (SAN) e conservação dos ecossistemas. Foram realizados o levantamento e a análise de políticas públicas brasileiras nos dois campos, salientando as lacunas de intersetorialidade dentro e entre eles, além dos desafios para sua implementação. Como forma de compreender as possibilidades de aplicação das políticas estudadas, o trabalho enfatizou o bioma Mata Atlântica, com destaque para sua legislação específica. A análise empreendida neste artigo evidencia que as políticas de SAN no Brasil são mais intersetoriais e tendem a ser mais inclusivas da perspectiva ambiental que o inverso. O artigo apresenta ainda uma perspectiva de integração que tem sido incentivada na agenda internacional a partir da utilização do conceito de serviços ecossistêmicos e dos benefícios da conservação dos ecossistemas para a sociedade.

Biografia do Autor

Kathleen Hodgson Weintraub, Universidade Federal Rural de Rio de Janeiro - UFRRJ

Mestre em Ciências no Programa de Pós Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável na Universidade Federal Rural de Rio de Janeiro. Possui graduação em Ciências Políticas e Saúde Pública Global pela Universidade de Harvard (2014), em Cambridge, Massachusetts.  Coordenadora de Parcerias e Projetos Socioambientais no Instituto Sinal do Vale.

Camila Gonçalves de Oliveira Rodrigues, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ

Professora Associada da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Coorientadora do trabalho pelo Programa de Pós-Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável - PPGPDS. Líder do grupo Observatório de Parcerias em Áreas Protegidas. 

Katia Cilene Tabai, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ

Professora Titular. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ. Orientadora do trabalho pelo Programa de Pós-Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável – PPGPDS. Líder do Grupo de Pesquisa do CNPq: Segurança Alimentar e Nutricional (SAN).

Downloads

Publicado

07-04-2021

Como Citar

WEINTRAUB, K. H.; GONÇALVES DE OLIVEIRA RODRIGUES, C.; TABAI, K. C. A SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL (SAN) E A CONSERVAÇÃO DOS ECOSSISTEMAS: A INTERSETORIALIDADE NAS POLÍTICAS PÚBLICAS. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 23, n. 37, p. 56–78, 2021. DOI: 10.48075/rfc.v23i37.27010. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/27010. Acesso em: 1 dez. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ "Segurança Alimentar e Nutricional: Abordagens interdisciplinares"