DILEMAS DA PRODUÇÃO DE QUEIJO COLONIAL ARTESANAL DO SUDOESTE DO PARANÁ

Autores

  • Fabiane Picinin de Castro Cislaghi Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) https://orcid.org/0000-0002-8591-1393
  • Andréa Cátia Leal Badaró Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v23i37.27011

Palavras-chave:

Leite cru. Queijo artesanal. Queijo Colonial.

Resumo


Reconhece-se como queijo Colonial um produto elaborado por pequenos agricultores familiares da região Sul do Brasil, sendo um dos mais consumidos pela população na região Sudoeste do Paraná e considerado parte da cultura dos indivíduos nesta região. É uma alternativa para agregar valor à produção de leite e aumentar a renda dos pequenos produtores, com importante papel na economia da região. Este artigo relata as principais ações já realizadas por alguns projetos desenvolvidos sobre o queijo Colonial artesanal do Sudoeste do PR, como o mapeamento dos produtores, elaboração e publicação de materiais didáticos, ações de qualificação realizadas com os produtores, descrição do processo produtivo, análises da água e leite, além da caracterização físico-química, microbiológica e sensorial dos queijos. Apresenta um breve histórico da criação da APROSUD e descreve também as questões legais que envolvem a produção de queijos artesanais, assim como os desafios que ainda precisam ser enfrentados para legitimar o queijo Colonial artesanal do Sudoeste do Paraná.

Biografia do Autor

Fabiane Picinin de Castro Cislaghi, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Departamento de Ciências Agrárias (DAGRO)/Engenharia de Alimentos/Leite e derivados

Andréa Cátia Leal Badaró, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Departamento de Ciências Agrárias (DAGRO)/Engenharia de Alimentos/Leite e derivados

Downloads

Publicado

07-04-2021

Como Citar

PICININ DE CASTRO CISLAGHI, F.; LEAL BADARÓ, A. C. DILEMAS DA PRODUÇÃO DE QUEIJO COLONIAL ARTESANAL DO SUDOESTE DO PARANÁ. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 23, n. 37, p. 108–124, 2021. DOI: 10.48075/rfc.v23i37.27011. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/27011. Acesso em: 1 dez. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ "Segurança Alimentar e Nutricional: Abordagens interdisciplinares"