IDENTIDADE, CULTURA E SEGURANÇA ALIMENTAR: CONTRADIÇÕES NA PRODUÇÃO DA QUINOA REAL EM COMUNIDADES TRADICIONAIS DE SALINAS DE GARCI DE MENDOZA, NO ALTIPLANO BOLIVIANO.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v23i37.27181

Palavras-chave:

Segurança, Soberania alimentar, Quinoa real, Agricultura, Comunidade.

Resumo


Este artigo apresenta, de forma resumida, a realidade vivenciada na comunidade camponesa tradicional Salinas de Garci de Mendoza, no altiplano boliviano, focando principalmente nas mudanças pelas quais passa o modelo produtivo, e as implicações na segurança e soberania alimentar da região e do país, que é considerado o principal produtor e exportador da variedade “quinoa real”. Efetivou-se uma pesquisa de campo na comunidade entre os meses de março e abril de 2018, temporada da colheita da quinoa. Foram realizadas entrevistas com produtores da “quinoa real”, técnicos e lideranças da comunidade. Os resultados evidenciam que a quinoa passou de um sistema tradicional de produção a um sistema de monocultivo, onde o capital e a maquinaria agrícola entram como novo elemento imperante na comunidade. Culturalmente a quinoa cumpria um significado importante na segurança e soberania alimentar da região, porém o que se observa é que grande parte dos produtores chegaram a produzir, exclusivamente, com o propósito de destinar a totalidade da produção ao mercado e não para o autoconsumo, ocasionando interferência nos hábitos alimentares dos locais.

Biografia do Autor

Brigida Choquehuanca Laura

Bacharel em Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar pela UNILA. Mestre em Desenvolvimento Rural Sustentável, pela UNIOESTE.

Romilda de Souza Lima, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Professora Adjunta do Departamento de Nutrição, na área de socioantropologia da alimentação, e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural Sustentável da UNIOESTE. Orienta no mestrado e no doutorado. Integrante do Grupo de Pesquisa em Segurança Alimentar (Gepsa). Integrante da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Enpssan).

Alberto Feiden, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro de Pesquisa Agropecuária do Pantanal.

Pesquisador A da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA. Pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural Sustentável, da UNIOESTE, campus de Marechal Cândido Rondon (Convenio Embrapa/Unioeste). Integra o Grupo de Pesquisa em Grupo Interdisciplinar e Interinstitucional de Pesquisa e Extensão em Desenvolvimento Sustentável (Unioeste).

Downloads

Publicado

07-04-2021

Como Citar

CHOQUEHUANCA LAURA, B.; DE SOUZA LIMA, R.; FEIDEN, A. IDENTIDADE, CULTURA E SEGURANÇA ALIMENTAR: CONTRADIÇÕES NA PRODUÇÃO DA QUINOA REAL EM COMUNIDADES TRADICIONAIS DE SALINAS DE GARCI DE MENDOZA, NO ALTIPLANO BOLIVIANO. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 23, n. 37, p. 183–210, 2021. DOI: 10.48075/rfc.v23i37.27181. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/27181. Acesso em: 7 dez. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ "Segurança Alimentar e Nutricional: Abordagens interdisciplinares"