MOVIMENTOS SOCIAIS, DIREÇÃO ÉTICO-POLÍTICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO

Autores

  • Clésio A. Antonio

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v12i16.7437

Resumo


O artigo toma como referência o movimento "Por uma Educação do Campo", identificando elementos importantes de prática social para pensar e definir, a partir das relações sociais, a educação e escola para o campo brasileiro. Assim, compreende-se o movimento "Por uma Educação do Campo" como um movimento popular de base política e educativa dos movimentos sociais do campo e de caráter propositivo para o âmbito do trabalho educativo para as escolas do campo. Esse é um movimento reivindicatório que está sustentado por reflexões e ações ou práticas políticas acerca da educação integrada a um projeto popular de sociedade, que possa se materializar através de políticas reconhecidas no direito social moderno, como a educação. Portanto, compreende-se que o movimento em análise diz respeito a um processo social com suas contradições ou conflitos relativos à Educação do Campo e demarca elementos importantes de discussão acerca da trajetória histórica dessa educação no país.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

ANTONIO, C. A. MOVIMENTOS SOCIAIS, DIREÇÃO ÉTICO-POLÍTICA E EDUCAÇÃO DO CAMPO. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 12, n. 16, p. 75, 2000. DOI: 10.48075/rfc.v12i16.7437. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7437. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Projeto Alfa III