PROJETO HIDRELÉTRICO SALTO GRANDE – PR: IMPACTOS SOBRE A POPULAÇÃO LOCAL

Autores

  • Marilaine Tonello
  • Romilda de Souza Lima

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v12i15.7518

Resumo


Os impactos sociais nas construções de hidrelétricas requerem atenção e análise prévia minuciosa para que os problemas não sejam banalizados. O impacto sócio-econômico e ambiental tem sido considerado apenas como entrave na expansão nacional de geração de eletricidade. Como objetivo principal esse estudo identifica e analisa a situação vivenciada pela população rural atingida pelo projeto hidrelétrico Salto Grande em Itapejara do Oeste – PR. Para a pesquisa utilizou-se o método de entrevistas com questionário semi-estruturado, aplicado às famílias da área lindeira. Pode-se concluir que a situação de descaso registrada historicamente no Brasil em processos de construção de usinas hidrelétricas, repete-se também no caso do empreendimento analisado. A população atingida, composta na ampla maioria por agricultores familiares, encontra-se apreensiva, por não terem obtido nenhuma informação a respeito da construção da barragem, do plano de indenização, dos prazos e das diversas transformações que irão ocorrer no espaço de vida e de trabalho onde habitam.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

TONELLO, M.; LIMA, R. de S. PROJETO HIDRELÉTRICO SALTO GRANDE – PR: IMPACTOS SOBRE A POPULAÇÃO LOCAL. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 12, n. 15, p. 161, 2000. DOI: 10.48075/rfc.v12i15.7518. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7518. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos