A AVALIAÇÃO DE MÉTODOS PARA CONSERVAÇÃO DE PINHÃO

Autores

  • Andréia Ângela de Rosso David
  • Rose Mary Helena Quint Silochi

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v12i15.7521

Resumo


O pinhão é uma semente produzida nos três estados do Sul do Brasil (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) é proveniente do pinheiro-brasileiro [Araucária angustifólia (Bertoloni) Otto Kuntze]. Avaliou-se o efeito do processamento doméstico em pinhões armazenados sob refrigeração à 4ºC, congelamento a -18º C e temperatura ambiente por 90 dias. Após este período as amostras refrigeradas e congeladas foram processadas sob cocção e posteriormente submetidas aos testes sensoriais de diferença e preferência. Os resultados demonstraram que existe diferença significativa entre as amostras ao nível de 5 %. No teste de preferência foi constatado um índice de aceitação de 72,0 % tanto para os pinhões conservados sob refrigeração como por congelamento. Os pinhões armazenados à temperatura ambiente apresentaram perda da viabilidade fisiológica relacionadas à desidratação e senescência aos 60 dias de armazenamento.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

DAVID, A. Ângela de R.; SILOCHI, R. M. H. Q. A AVALIAÇÃO DE MÉTODOS PARA CONSERVAÇÃO DE PINHÃO. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 12, n. 15, p. 207, 2000. DOI: 10.48075/rfc.v12i15.7521. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/7521. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos