Rotinas Organizacionais como Propulsoras na Geração de Conhecimento

Autores

  • Marcelo Roger Meneghatti Uninove - Universidade Nove de Julho
  • Pang Lien Hsu Uninove - Universidade Nove de Julho
  • Roberto Lima Ruas Uninove - Universidade Nove de Julho

DOI:

https://doi.org/10.48075/comsus.v4i2.18417

Palavras-chave:

interações, organizações, capacidades.

Resumo


A questão de pesquisa neste estudo é investigar as interações que acontecem nas Rotinas Organizacionais como propulsoras de conhecimento que asseguram a competitividade das organizações. O estudo é uma tentativa de entender como alguns dos pensadores que se voltaram para o tema caracterizam o processo do conhecimento, e com isso, refletir se as interações que ocorrem nas das rotinas organizacionais são possíveis de serem chamadas de mobilizadoras de conhecimento. Portanto se trata de um trabalho conceitual. Concluiu-se que o processo de geração de conhecimento está presente nas interações que podem nortear a formação de novas capacidades, competências, e do próprio conhecimento que circula dentre as rotinas organizacionais e, ainda, que o conhecimento é gerado na medida em que são propiciadas oportunidades para as interações entre os indivíduos. Como contribuição deste estudo, construiu-se um conjunto de argumentos que apontam o conhecimento como um fenômeno formado pelas interações presentes nas organizações.

Downloads

Publicado

21-12-2017

Como Citar

MENEGHATTI, M. R.; HSU, P. L.; RUAS, R. L. Rotinas Organizacionais como Propulsoras na Geração de Conhecimento. Revista Competitividade e Sustentabilidade, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 3–14, 2017. DOI: 10.48075/comsus.v4i2.18417. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/comsus/article/view/18417. Acesso em: 21 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos