O crescimento dos complexos agroindustriais na microrregião do sudoeste de Goiás e seus reflexos no desenvolvimento regional

Autores

  • Edson Trajano Vieira Universidade de Taubaté
  • João Charlesdan Amorim Silva Centro Universitário de Mineiros

DOI:

https://doi.org/10.48075/comsus.v5i1.19668

Palavras-chave:

Planejamento e Desenvolvimento Regional, Complexos Agroindustriais, Microrregião do Sudoeste de Goiás

Resumo


Em Goiás, a tecnificação e a modernização da agricultura passa por transformações na sua estrutura econômica a partir da década de 1970, quando o Estado institui uma agenda de politicas de investimentos para o campo que conciliasse os interesses entre o setor agrário, os grandes e médios produtores e o industrial, formados pelo capital nacional e internacional. A integração do interior, o equipamento do território com o crescimento e espalhamento de infraestrutura que permitiram a constituição do Complexo Agroindustrial e integraram a agricultura à indústria que articularam a expansão das fronteiras agrícolas. A microrregião do sudoeste de Goiás foi uma das regiões que mais se beneficiou desses projetos, conseguindo atrair agroindústrias de diversos setores e dando um salto em seu desenvolvimento socioeconômico, nesse cenário, ganha destaque as culturas de exportação,  em que a microrregião se transforma com a expansão e surgimento de novos complexos agroindustriais. Diante disso, este artigo tem como objetivo identificar como foi o crescimento dos Complexos Agroindustriais na microrregião do sudoeste de Goiás e seus reflexos no desenvolvimento regional, com destaque para os municípios de Jataí, Mineiros e Rio Verde, que são os mais populosos e juntos perfazem 45% da área da região. Foram analisados o desenvolvimento agrícola e o crescimento da microrregião, a partir da década de1970, com ênfase na década de2000, apartir de uma revisão bibliográfica, análise de documentos e trabalhos acadêmicos, procurando mostrar os efeitos da industrialização sobre a economia da região e os indicadores sociais da sua população. No entanto, entende-se que a modernização e a tecnificação agrícola ainda não alcançou as condições necessárias para um desenvolvimento social, ambiental e economicamente sustentável e poderão ser ainda alcançados com políticas públicas voltada para tal fim.

Biografia do Autor

Edson Trajano Vieira, Universidade de Taubaté

Economista, Mestre Em Econômia e Doutor em Historia Econômica. Professor e Pesquisador da Univeridade de Taubaté - Programa de Mestrado em Planejamento e Desenvolvimento Regional e  Professor do Centro Universidade Módulo.

João Charlesdan Amorim Silva, Centro Universitário de Mineiros

Matemático, Mestre em Planejamento e Desenvolvimento Regional. Professor do Centro Universitário de Mineiros

Downloads

Publicado

08-11-2018

Como Citar

VIEIRA, E. T.; SILVA, J. C. A. O crescimento dos complexos agroindustriais na microrregião do sudoeste de Goiás e seus reflexos no desenvolvimento regional. Revista Competitividade e Sustentabilidade, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 45–63, 2018. DOI: 10.48075/comsus.v5i1.19668. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/comsus/article/view/19668. Acesso em: 16 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos