CONSCIÊNCIA NEGRA, PRÁTICAS CULTURAIS E IDENTIDADES SOCIAIS NO ENSINO DE HISTÓRIA

Autores

  • Emilio Gonzalez

Palavras-chave:

Celebração do Dia da Consciência Negra, grupos afrodescendentes, cultura popular, ensino de História.

Resumo


Partindo de algumas experiências realizadas em sala de aula e atividades extracurriculares levadas a cabo entre 2009 e 2011 na UTFPR, em Campo Mourão, PR, este artigo tem como objetivo refletir acerca da comemoração do Dia da Consciência Negra e das possibilidades de abordagem das culturas afrodescendentes no ensino de história. O texto ainda reflete acerca da riqueza de manifestações de natureza étnico-culturais existentes na região, e que apontam a necessidade de um urgente trabalho de mapeamento, catalogação e organização de acervos que poderão subsidiar a produção da memória destes grupos, afrodescendentes, migrantes e moradores de áreas de periferias da região.

Downloads

Publicado

24-06-2013

Como Citar

GONZALEZ, E. CONSCIÊNCIA NEGRA, PRÁTICAS CULTURAIS E IDENTIDADES SOCIAIS NO ENSINO DE HISTÓRIA. Espaço Plural, [S. l.], v. 13, n. 26, p. 122–141, 2013. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/espacoplural/article/view/8309. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Formação Docente nas Licenciaturas: Contribuições e Perspectivas