Aquisição de saberes experienciais por meio do estágio supervisionado em secretariado executivo: um estudo de caso na Universidade Federal de Pernambuco

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/revex.v20i4.27079

Palavras-chave:

Ensino-aprendizagem, Experiência, Aprendizado, Secretariado Executivo, UFPE.

Resumo


Esta pesquisa apresenta uma discussão sobre a vivência prática do estudante em meio ao estágio e os conhecimentos que foram somados à sua formação. Problematizando se a experiência no estágio supervisionado dá condições para o estudante adquirir novos saberes. Com isso, o objetivo geral é discutir o aprendizado que o aluno pode adquirir a partir da experiência prática no estágio supervisionado. A pesquisa tem o caráter exploratório e descritivo com estudo de caso, sob a abordagem qualitativa. Os sujeitos desta pesquisa são 40 estudantes-estagiários do curso de Secretariado Executivo, da Universidade Federal de Pernambuco. A coleta de dados foi realizada com a aplicação de questionário online, os quais foram analisados por meio do método da análise de conteúdo. Como principais resultados, verificou-se que o entendimento que os estudantes têm sobre a prática do estágio supervisionado refere-se ao ato de saber fazer, de colocar em prática saberes teóricos, de enxergar no empirismo a teoria aprendida em sala de aula, experimentar o conhecimento científico oriundo de pesquisas científicas ou dos projetos de extensão. Conclui-se, então, que eles adquiriram diversos saberes experienciais com o estágio, proporcionando a absorção de novas ideias. A ênfase está ligada na aquisição de novos saberes por meio de experiências teórico-práticas proporcionada pelo estágio supervisionado.   ABSTRACT This research presents a discussion about the practical experience of the student in the middle of the internship and the knowledge that was added to his training. Problematizing whether the supervised internship experience provides conditions for the student to acquire new knowledge. With that, the general objective is to discuss the learning that the student can acquire from the practical experience in the supervised internship. The research has an exploratory and descriptive character with a case study, under a qualitative approach. The subjects of this research are 40 student-interns from the Executive Secretariat course at the Federal University of Pernambuco. Data collection was performed using an online questionnaire, which were analyzed using the content analysis method. As main results, it was found that the understanding that students have about the practice of supervised internship refers to the act of knowing how to do, putting theoretical knowledge into practice, seeing in empiricism the theory learned in the classroom, experiencing the scientific knowledge derived from scientific research or extension projects. It is concluded, then, that they acquired several experiential knowledge with the internship, providing the absorption of new ideas. The emphasis is on the acquisition of new knowledge through theoretical-practical experiences provided by the supervised internship.   Keywords: Knowledge. Teaching-learning. Interns.

Biografia do Autor

Cibelle da Silva Santiago, Universidade Federal da Paraíba

Professora na Universidade Federal da ParaíbaDoutoranda em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UFPB)Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável (FCAP/UPE)Graduação em Secretariado Executivo (UFPE)

Israel Ferreira de Lucena, Universidade Federal de Pernambuco

Habilitação Profissional Técnica em Guia de Turismo (2016), do Eixo Tecnológico, Turismo, Hospitalidade e Lazer com habilitação nível América Látina (Ser Educacional). Graduando em Produção Publicitária (2016.2-atual) pela FACOTTUR/Olinda. Bacharelando em Secretariado Executivo (2017.2 - atual) na UFPE/Recife. Membro do Grupo Interdisciplinar Latinoamericano de Estudos e Pesquisa em Secretariado Executivo (GILESEC) / UFPB, onde possui pesquisas na área da atuação e formação do estudante de Secretariado Executivo. Foi coordenador de Infraestrutura do Diretório Acadêmico de Secretariado Executivo (DASEC) na UFPE (2018.2 - 2019.2). Hoje, Coordenador Geral do Diretório Acadêmico de Secretariado Executivo (DASEC) na UFPE (2021.1 - 2022.1). É Assessor Parlamentar Especial no Gabinete do Vereador Jojó Guerra, na Câmara Municipal de Olinda (primeira casa legislativa do Brasil) (2021-2024). É  músico em eventos religiosos, corporativos e festivo

Referências

ANDRADE, M. M. Introdução à metodologia do trabalho científico: elaboração de trabalhos na graduação. 9.ed. São Paulo: Atlas, 2009.

ANDRÉ, M. O que é um estudo de caso qualitativo em educação? Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, p. 95-103, jul./dez. 2013.

ARAÚJO, C. N.; NASCIMENTO, M. C. M. Formação Inicial e Estágio na Pedagogia: Vivência e Reflexões. Revista Prodocência/UEL. Edição Nº. 4, Vol. 1, jul./dez. 2013.

ARAÚJO, S. H. S. O estágio e a formação de administradores: um estudo de caso na Universidade de Brasília. 2017. Disponível em: http://bdm.unb.br/handle/10483/17628. Acesso em: 16 jan.2021

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2006.

BARRETO, C. S. Relatório do Estágio Supervisionado I. Relatório de Estágio apresentado ao Curso de Licenciatura em Matemática. Vitória da Conquista – BA, 2006. Disponível em: https://robertaferreira.files.wordpress.com/2010/04/relatorio-de-estagio-c-s-barreto1.pdf. Acesso em: 07 jan. 2021.

BARTHOLOMEU, D.; SISTO, F. F.; MARIN RUEDA, F. J. Dificuldades de aprendizagem na escrita e características emocionais de crianças. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 11, n. 1, p. 139-146, jan./abr. 2006.

BORTOLOTTO, M. F. P.; WILLERS, E. M. Profissional de secretariado executivo: explanação das principais características que compõem o perfil. Revista Expectativa, v. 4, n. 1, Unioeste: Paraná, 2005.

BRASIL. Planalto Lei Nº 11.788, Brasília, 25 set. 2008.

BUENO, G. D. R. Estágio Supervisionado: compromisso na formação. EDUCERE, 2011. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/CD2011/pdf/6227_3229.pdf. Acesso em: 26 set. 2020.

BURIOLLA, M. A. F. O estágio supervisionado. 3.ed. São Paulo: Cortez Editora, 2001.

CASTANHO, M. I. S.; COZ, B. J. L. Subjetividade, ensino e aprendizagem: aproximação histórico-cultural em trabalhos acadêmicos. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 18, n. 3, p. 487-496, jul./set. 2013.

DELORS, J. et al. Educação um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século. 1998.

DIAS, R. Cultura organizacional: construção, consolidação e mudanças. São Paulo: Atlas, 2013.

FORTE, E.; PIRES, D.; TRIGO, S.; MARTINS, M. M. A hermenêutica e o software atlas.ti: União promissora. Texto Contexto Enferm, v. 26, n. 4, 2017.

GOMES, A. S.; GOMES, C. R. A. Classificação dos tipos de pesquisa em Informática na Educação. Metodologia de Pesquisa em Informática na Educação: Concepção da Pesquisa. Porto Alegre: SBC, 2019. Disponível em: https://metodologia.ceie-br.org/livro-1/. Acesso em: 22 fev. 2021.

GOMES, A.; TEIXEIRA, A. S. S. Estágio Supervisionado e aprendizagem: Contribuição do estágio do graduando de administração para a formação profissional. Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe), [S.l.], v. 6, n. 3, dez. 2016.

GIORNI, S. Consultoria: um pilar do Profissional de Secretariado. 2. Ed. Revista e Ampliada. Belo Horizonte: Ophicina de Arte & Prosa, 2019.

GONZÁLEZ REY, F. A configuração subjetiva dos processos psíquicos: avançando na compreensão da aprendizagem como produção subjetiva. Brasília: Líber Livro, 2012.

HEINZMANN, L. M.; MACHADO, D. D. Prá Netto. Cultura Organizacional e estágios de internacionalização: um estudo em quatro empresas do segmento de metal-mecânico-elétrico brasileiro. BBR-Brazilian Business Review, v. 11, n. 2, p. 35-66, abr./jun. 2014.

LIMA, M. F. Teoria Geral da Administração. Passei Direto, 2013. Disponível em: https://www.passeidireto.com/arquivo/26581220/teoria-geral-da-administracao. Acesso em: 25 fev. 2021.

LIMA, M. S. L.; PIMENTA, S. G. Estágio e docência: diferentes concepções. Poíesis Pedagógica, v. 3, n. 4, p. 5-24, 2006.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

MARINHO, A. P. Framework do Plano de Carreira do Profissional Secretário. 2015.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 8. ed. Cortez, 2003.

NASCIMENTO, G. G; DUARTE, J. Q. N.; KRUCHELSKI, M.; ANGNES, J.S.; MONTEIRO, C. O profissional de secretariado e a comunicação interna hospitalar: Atuação por meio da assessoria. Revista Gestão Organizacional, v. 11, n. 3, set./dez. 2018.

NOBRE, E. A. Inteligência Emocional: Um diferencial para o profissional de Secretariado Executivo. Revista Expectativa, v. 12, n. 1, p. 43-54, jul. 2013.

NONATO JÚNIOR, R. N. Epistemologia e Teoria do Conhecimento em Secretariado Executivo. 1ª. ed. Fortaleza: Expressão Gráfica, v. I, 2009.

NUNES, T. S.; TOLFO, S. R. A Dinâmica e os Fatores Organizacionais Propiciadores à Ocorrência do Assédio Moral no Trabalho. Revista Gesec, v. 4, n. 2, p. 90-113, São Paulo, nov. 2013.

OLIVEIRA, G. W. D. B.; JACINSKI, L. Desenvolvimento de questionário para coleta e análise de dados de uma pesquisa, em substituição ao modelo Google Forms. PG - Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Ponta Grossa, 2017. Disponível em: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/8339. Acesso em: 28 mar. 2021.

PERES, R. S.; SANTOS, M. A. Considerações gerais e orientações práticas acerca do emprego de estudos de caso na pesquisa científica em Psicologia. Interações, 2005.

PERRENOUD, P. Por que construir competências a partir da escola? Porto: Ed.Asa, 2001.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. O Estágio na Formação de Professores: unidade teoria e prática? 4. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

PIMENTA, S. G. O Estágio na formação de professores: unidade entre teoria e prática. Cadernos de Pesquisa, 1995.

RODRIGUES, M.; OLIVEIRA, L. A percepção do código de ética para os profissionais de secretariado executivo: um estudo de caso com os estagiários e graduados da Universidade Federal de Viçosa (UFV). Secretariado Executivo em Revist@, v. 8, 2013.

SILVA, M. C.; ARAÚJO SILVA, P.; MOURA, M. C. Avaliação por competências dos secretários que atuam numa instituição de ensino superior pública de Pernambuco. Secretariado Executivo em Revist@, v. 15, n. 1, p. 5-20, 2019.

SOUZA, C. N. A importância da ética empresarial para o profissional de secretariado. Cidade Universitária, Recife–PE–Brasil, 2014.

TARDIF. M. Saberes docentes e formação profissional. 10ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 5ª ed., Petrópolis: Vozes, 2002.

UFPE. Secretariado Executivo. Projeto Pedagógico de Curso. Coordenação do Curso de Bacharelado em Secretariado Executivo. Recife-PE, 2017.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Trad. Ana Thorell; revisão Técnica Cláudio Damacena. – 4. ed.- Porto Alegre: Bookman, 2010.

Downloads

Publicado

10-11-2021

Como Citar

SANTIAGO, C. da S.; DE LUCENA, I. F. Aquisição de saberes experienciais por meio do estágio supervisionado em secretariado executivo: um estudo de caso na Universidade Federal de Pernambuco. Revista Expectativa, [S. l.], v. 20, n. 4, p. 82–107, 2021. DOI: 10.48075/revex.v20i4.27079. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/expectativa/article/view/27079. Acesso em: 4 dez. 2021.

Edição

Seção

Seção - Secretarial