O PAPEL DAS ORGANIZAÇÕES EM RELAÇÃO AO MEIO AMBIENTE NUMA SOCIEDADE GLOBALIZADA

Autores

  • Odacir Miguel Tagliapietra
  • Márcio Nakayama Miura
  • Lígia Maria Heinzmann
  • Rosangela Cristina da Silva

DOI:

https://doi.org/10.48075/revex.v2i1.525

Palavras-chave:

Globalização, meio ambiente

Resumo


A interferência descontrolada no ambiente natural, impulsionada pela necessidade de desenvolvimento econômico, gradativamente está provocando mudanças que comprometem o futuro do planeta. Diante disso, os meios de comunicação e os movimentos ambientalistas procuram sensibilizar a população sobre os graves problemas que a falta de uma política ambiental aliada a posição imediatista e apenas voltadas para o lucro de algumas empresas. Com isso, cada vez mais a sociedade exige das empresas e dos órgãos públicos uma postura responsável diante do problema. A maioria das empresas brasileiras classifica-se como reativas, aquelas que respeitam normas ambientais quando da pressão fiscalizadora. Tem contribuído para isso a falta de uma política ambiental o desenvolvimento através dos ciclos econômicos, que enfatiza a exploração indiscriminada dos recursos naturais. Portanto, neste cenário de grande competitividade, a não adoção de uma postura estratégica diante dos problemas ambientais poderá deteriorar a imagem da empresa na sociedade, podendo não só ocasionar a perda de competitividade, e de acesso a novos mercados, como também, colocando em risco sua sobrevivência. Este trabalho tem como objetivo apresentar algumas considerações sobre a vantagem das empresas assumirem uma postura responsável diante da comunidade onde a empresa está instalada e, da conscientização sobre as conseqüências irreversíveis que ocasionam as atitudes irresponsáveis por parte de algumas empresas durante o processo produtivo.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

TAGLIAPIETRA, O. M.; MIURA, M. N.; HEINZMANN, L. M.; SILVA, R. C. da. O PAPEL DAS ORGANIZAÇÕES EM RELAÇÃO AO MEIO AMBIENTE NUMA SOCIEDADE GLOBALIZADA. Revista Expectativa, [S. l.], v. 2, n. 1, 2000. DOI: 10.48075/revex.v2i1.525. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/expectativa/article/view/525. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos