AVALIAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA NO SISTEMA DE ENSINO BRASILEIRO

Autores

  • Cláudia Estima Sardo
  • Maura Bernardon

DOI:

https://doi.org/10.48075/revex.v2i1.528

Palavras-chave:

Letras. Língua Inglesa

Resumo


Este artigo discute atuais formas de avaliação em Língua Inglesa no sistema de ensino brasileiro, em particular as avaliações do tipo somativas. Buscou-se entender a adequação entre os objetivos e as práticas da questão acima quando esta se refere a uma grande quantidade de alunos. Tomou-se por base três tipos de avaliação: a)Exame Nacional do Ensino Médio; b) uma prova - amostra de Vestibular e c) o Exame Nacional dos Cursos para o Curso de Letras. Almeida Filho (1993); Hughes (1989); Scarcella, R. C.& Oxford, R. L.(1992); Krashen (1982) e outros serviram de apoio teórico para esta investigação. Constatou-se a ausência da avaliação de Língua Inglesa tanto na prova do ensino médio como na do Curso de Letras, e a presença da avaliação da habilidade da leitura em Língua Estrangeira na prova do Vestibular. Confirma-se, com este estudo, as atuais tendências para o ensino e o uso da avaliação da habilidade da leitura em Língua Estrangeira no ensino brasileiro. Esta habilidade vem sendo considerada a mais eficiente para que se alcancem propósitos mais coerentes em um contexto tão complexo como o do ensino brasileiro de Língua Estrangeira, da mesma forma vem buscando facilitar a competência comunicativa e melhorar e ampliar as relações sociais dos alunos.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

SARDO, C. E.; BERNARDON, M. AVALIAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA NO SISTEMA DE ENSINO BRASILEIRO. Revista Expectativa, [S. l.], v. 2, n. 1, 2000. DOI: 10.48075/revex.v2i1.528. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/expectativa/article/view/528. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos