RESPONSABILIDADE SOCIAL: O SECRETÁRIO EXECUTIVO COMO AGENTE FACILITADOR DE ESTRATÉGIAS NO AMBIENTE CORPORATIVO

Autores

  • Weidman Machado Bernardino
  • Warley Stefany Nunes

DOI:

https://doi.org/10.48075/revex.v13i1.9328

Palavras-chave:

Responsabilidade social, Ambientes corporativos, Secretários

Resumo


O conceito de responsabilidade social tem sido amplamente difundido entre as organizações públicas e privadas com a finalidade de contribuir com a sociedade. Embora o mesmo tenha sido intensamente debatido e estudado pelas instituições, a sua prática, às vezes, não é efetivada, pois estas empresas não a veem como uma forma de competição no mercado. Entretanto, as recentes pesquisas relacionadas à responsabilidade social têm mostrado que qualquer instituição pode obter benefícios ao desenvolver estas estratégias. Tendo em vista este nicho de mercado, esta pesquisa interessa-se em investigar se os profissionais de secretariado executivo apresentam competências suficientes para atuarem como agentes facilitadores de estratégias de responsabilidade social nas corporações. Entre os seus objetivos, encontram-se: analisar o conceito de responsabilidade social desenvolvido nas empresas, bem como descrever as ações de responsabilidade social corporativa que o secretário executivo executa nas suas atividades diárias. Para examinar este objeto de estudo, baseou-se essencialmente em Melo Neto e Fróes (2001), Quazi e O’Brien (2011) e Reis (2001) para elaborar o marco teórico a respeito da responsabilidade social nos ambientes corporativos para confrontar com os dados coletados. Para concluir, percebe-se que o secretário executivo apresenta as competências necessárias para assumir encargos relacionados à RSC. Contudo, falta abertura por parte da Chefia para que estes profissionais possam realizar tais ações.

Downloads

Publicado

14-03-2014

Como Citar

BERNARDINO, W. M.; NUNES, W. S. RESPONSABILIDADE SOCIAL: O SECRETÁRIO EXECUTIVO COMO AGENTE FACILITADOR DE ESTRATÉGIAS NO AMBIENTE CORPORATIVO. Revista Expectativa, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 29–48, 2014. DOI: 10.48075/revex.v13i1.9328. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/expectativa/article/view/9328. Acesso em: 20 jan. 2022.

Edição

Seção

Seção - Secretarial