CONSUMO ALIMENTAR E PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE TRABALHADORAS DE UMA INDÚSTRIA DE CONFECÇÕES DE FRANCISCO BELTRÃO-PR

Autores

  • Lirane Elize Defante Ferreto de Almeida

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v17i26.11894

Palavras-chave:

Frequência alimentar, Antropometria, Nível de atividade física, Trabalhadoras da confecção.

Resumo


O objetivo da pesquisa foi de avaliar a frequência alimentar e o perfil antropométrico das trabalhadoras de uma indústria de confecção do município de Francisco Beltrão-PR. Trata-se de um estudo transversal realizado com 57 trabalhadoras em agosto de 2014, com aplicação de questionário. Realizou-se a coleta de informações sócias demográficas, IPAC, QFA e antropométrica. A idade média das participantes é de 31,35 ± 9,26 anos, com 9,2 anos de estudos ± 2,8. Apresentaram estado nutricional normal 57,09% das trabalhadoras, 75,44% classificam-se como ativas e 85,96% com pressão arterial entre normal e ótima. O sal e os pães (integrais) tiveram uma frequência de consumo expressiva, já os demais grupos de alimentos consumo inexpressivo. Conclui-se que as trabalhadoras têm um consumo alimentar insuficiente. Medidas preventivas devem ser adotadas com o objetivo de proporcionar melhoria na qualidade de vida.

Downloads

Publicado

22-08-2016

Como Citar

DEFANTE FERRETO DE ALMEIDA, L. E. CONSUMO ALIMENTAR E PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE TRABALHADORAS DE UMA INDÚSTRIA DE CONFECÇÕES DE FRANCISCO BELTRÃO-PR. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 17, n. 26, p. 64, 2016. DOI: 10.48075/rfc.v17i26.11894. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/11894. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos