O CASAMENTO ENTRE O ENSINO RELIGIOSO E AS TESES PÓS-MODERNAS

Autores

  • José Luis Derisso
  • Newton Duarte

DOI:

https://doi.org/10.48075/rfc.v15i21.8732

Palavras-chave:

Ensino Religioso, Religião e Religiosidade, Religião e Pós-Modernidade

Resumo


O objetivo deste artigo é fundamentar a tese segundo a qual as variadas vertentes do pensamento pós-moderno, na medida em que recorrem em maior ou menor grau ao relativismo, contribuem para a legitimação do ensino religioso na escola pública e, num aspecto mais amplo, da religião no espaço público. O recurso metodológico para demonstrar a vinculação entre pensamento pós-moderno e ensino religioso é a análise na perspectiva do materialismo histórico e dialético das publicações produzidas com o fim de instrumentalizar os professores desta disciplina que, por força constitucional, é facultativa para os alunos e obrigatória para as escolas públicas de ensino fundamental. Tal análise tem por objeto o conteúdo de ensino, com a preocupação principal de destacar, quando explícito, e explicitar, quando implícito, o discurso de legitimação recorrente nos autores. O objeto de estudo “ensino religioso na escola pública” nos permite entender a articulação existente entre o pensamento pós-moderno, com seu espaço de hegemonia no âmbito das ciências humanas e contextualizado no cenário econômico neoliberal, e as pedagogias do “aprender a aprender”, atualmente hegemônicas no cenário educacional. Pretendemos contribuir para o debate jurídico acerca da laicidade, para o debate filosófico acerca do pós-modernismo e, sobretudo, para o debate acerca das teorias pedagógicas no âmbito dos fundamentos da educação.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

DERISSO, J. L.; DUARTE, N. O CASAMENTO ENTRE O ENSINO RELIGIOSO E AS TESES PÓS-MODERNAS. Revista Faz Ciência, [S. l.], v. 15, n. 21, p. 143, 2000. DOI: 10.48075/rfc.v15i21.8732. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/8732. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos