IMPACTOS GERADOS PELA CONSTRUÇÃO DE UM SHOPPING CENTER: O CASO DO SHOPPING CAMPO GRANDE – MS.

Autores

  • Gisele Ferreira Silva de Oliveira
  • Alex Torres Domingues

DOI:

https://doi.org/10.48075/geoq.v9i1.12198

Resumo


A cidade é o local onde ocorrem diversos processos sociais resultantes do acúmulo e do desenvolvimento da reprodução do capital, esses processos reconfiguram os espaços reorganizando-os numa nova disposição espacial urbana. O Shopping Center é um dos expoentes desse processo, sendo um equipamento destinado ao consumo e por consequência objeto do capital. Essa pesquisa visa fazer uma análise reflexiva sobre o potencial gerador de repercussões urbanas que empreendimentos de grande porte, como o Shopping Campo Grande pode provocar em sua área de inserção, como também em seu entorno imediato, repercussões essas tanto a nível ambiental, como poluição sonora, visual, do ar, como de circulação urbana, no sistema viário imediato e nas suas proximidades, além de impactos sociais e de especulação imobiliária. Para tanto a metodologia adotada foi de levantamento de dados através de pesquisas empíricas, realizando entrevistas com perguntas abertas no local do empreendimento que é o objeto de estudo, o Shopping Campo Grande, na Prefeitura Municipal de Campo grande – MS, através da PLANURB (Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano) na AGETRAN (Agência Municipal de Trânsito  de Campo Grande) e na Associação dos Corretores de Imóveis de  Campo Grande, sendo que a pesquisa apresenta um caráter descritivo argumentativo.

Downloads

Publicado

26-04-2016

Como Citar

OLIVEIRA, G. F. S. de; DOMINGUES, A. T. IMPACTOS GERADOS PELA CONSTRUÇÃO DE UM SHOPPING CENTER: O CASO DO SHOPPING CAMPO GRANDE – MS. Geografia em Questão, [S. l.], v. 9, n. 1, 2016. DOI: 10.48075/geoq.v9i1.12198. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/geoemquestao/article/view/12198. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos