A INTEGRAÇÃO DOS CATADORES LATINO-AMERICANOS NA GESTÃO PÚBLICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS: SOLUÇÃO OU CRIAÇÃO DE UMA NOVA MARGEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/geoq.v14i02.23541

Palavras-chave:

serviço público, resíduos sólidos, informalidade, América Latina

Resumo


No século XX, os governos latino-americanos lutaram persistentemente contra os catadores
sob o pretexto de priorizar a segurança sanitária e a lógica higienista. Este quadro reverteu-se com a
urgência em combater o desperdício de recursos naturais e a pobreza. Os catadores tornaram-se
“agentes da preservação do meio ambiente” e foco das políticas municipais de reciclagem na América
Latina, com reconhecimento de sua profissão e integração nas gestões públicas de resíduos sólidos.
Entretanto, os limites dessas políticas apareceram rapidamente: a melhoria das condições de vida e
trabalho de parte dos catadores é acompanhada pelo aparecimento de uma “nova margem”, de novos
catadores informais que conflitam e interagem com aqueles que se formalizaram. Nesse contexto, é
preciso perguntar-se: qual relação se constrói de fato entre catadores e destes com os governos locais
em cidades latino-americanas? Neste ensaio, busca-se discorrer sobre essa questão utilizando-se dados
de estudos realizados ou coordenados pelos autores em Lima (Peru), Bogotá (Colômbia) e em
municípios do estado do Paraná (Brasil), entre os anos de 2010 e 2018. Assim, espera-se contribuir
com uma interpretação sobre distintas experiências locais visando traçar um quadro sobre a situação
do catador na América Latina.

Biografia do Autor

Mathieu Durand, Le Mans Université

Maître de Conférences em Aménagement et Urbanisme na Le Mans Université (França). Membro do laboratório Espaces et Sociétés (UMR CNRS) e do Institut Universitaire de France.

Fabio de Oliveira Neves, Unioeste

Programa de Pós-graduação em Geografia, campus de Marechal Candido Rondon

Downloads

Publicado

28-09-2021

Como Citar

DURAND, M.; NEVES, F. de O. A INTEGRAÇÃO DOS CATADORES LATINO-AMERICANOS NA GESTÃO PÚBLICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS: SOLUÇÃO OU CRIAÇÃO DE UMA NOVA MARGEM. Geografia em Questão, [S. l.], v. 14, n. 2, 2021. DOI: 10.48075/geoq.v14i02.23541. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/geoemquestao/article/view/23541. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos