A REFORMA AGRÁRIA DE MERCADO E O (SUB)DESENVOLVIMENTO RURAL: A EXPERIÊNCIA DO ASSENTAMENTO DA FAZENDA PAZ (MAXARANGUAPE/RN)

Autores

  • Vinícius Rodrigues Vieira Fernandes Universidade Federal de Roraima (UFRR).
  • João Matos Filho Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

DOI:

https://doi.org/10.48075/geoq.v14i02.24530

Palavras-chave:

Desenvolvimento rural, Reforma Agrária de Mercado, Assentamento da Fazenda Paz,

Resumo


Analisa-se a trajetória dos assentamentos financiados pela Reforma Agrária de Mercado, buscando-se compreender quais os fatores que promovem ou limitam o processo de desenvolvimento rural desses assentamentos. Toma-se como referência a experiência do Assentamento da Fazenda Paz, no município de Maxaranguape/RN. Para o estudo deste caso, fez-se uso de visitas ao Assentamento e entrevistas semiestruturadas com agentes que participaram ativamente do projeto. Os resultados evidenciam um período de sucesso, que pode ser creditado à integração de políticas públicas e a existência de diversificação, empreendedorismo, pluriatividade e capital social no Assentamento, e outro de fracasso, que pode ser explicado pelo modelo de agricultura empreendido, existência de dificuldades relacionadas à gestão, à quebra de confiança entre os assentados e ao distanciamento das organizações governamentais. Conclui-se, que é preciso repensar o desenvolvimento rural como um fenômeno multidimensional, pautado na interação entre boas políticas e um ambiente institucional favorável e que demanda um amplo envolvimento entre Estado e sociedade sob as bases de um contrato territorial de desenvolvimento.

Biografia do Autor

Vinícius Rodrigues Vieira Fernandes, Universidade Federal de Roraima (UFRR).

Doutor em Economia pelo Programa de Pós-Graduação em Economia, do Instituto de Economia e Relações Internacionais (IERI), da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Professor do Departamento de Economia, do Centro de Ciências Administrativas e Econômicas (Cadecon), da Universidade Federal de Roraima (UFRR). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Rural, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento territorial rural e políticas públicas.

João Matos Filho, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor do Departamento de Economia, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Regional e Urbana. Atua principalmente nos seguintes temas: Políticas Públicas, Gestão Pública, Programas de Desenvolvimento Rural. 

Downloads

Publicado

28-09-2021

Como Citar

FERNANDES, V. R. V.; MATOS FILHO, J. A REFORMA AGRÁRIA DE MERCADO E O (SUB)DESENVOLVIMENTO RURAL: A EXPERIÊNCIA DO ASSENTAMENTO DA FAZENDA PAZ (MAXARANGUAPE/RN). Geografia em Questão, [S. l.], v. 14, n. 2, 2021. DOI: 10.48075/geoq.v14i02.24530. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/geoemquestao/article/view/24530. Acesso em: 24 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos