VALORIZAÇÃO E DINÂMICA SOCIOESPACIAL DO ESPAÇO URBANO: OLHARES SOBRE O ESPIGÃO COSTEIRO NO BAIRRO PONTA D’AREIA EM SÃO LUÍS (MARANHÃO, BRASIL)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/geoq.v14i02.26272

Palavras-chave:

Espigão costeiro, Ponta d’Areia, São Luís.

Resumo


O presente artigo almeja discutir o processo de valorização e alteração na dinâmica do espaço urbano de São Luís (Maranhão, Brasil), deste modo, estaremos observando nesse estudo essa realidade através do recorte espacial do bairro Ponta d’Areia. Através de uma abordagem mais específica, nossas análises estarão centradas no surgimento do espigão costeiro do referido bairro, fruto de uma obra pública e inaugurado em 2014 visando solucionar alguns problemas vigentes naquele setor da cidade. Porém, após a conclusão do empreendimento, ele torna-se um novo ponto turístico e de lazer da cidade, trazendo assim uma nova dinâmica socioespacial para a área. Portanto, temos como objetivo de pesquisa: analisar como o surgimento do espigão contribuiu para a valorização do bairro e suas eventuais consequências para a população local. O trabalho se estrutura a partir de um momento introdutório de apresentação do objeto de pesquisa; em seguida são elencados os procedimentos metodológicos; no momento posterior dialogamos sobre o surgimento do espigão; na quarta seção trazemos à tona a discussão a respeito das consequências da obra no território; e por fim, tecemos alguns apontamentos sobre os resultados obtidos com a construção do estudo.

Biografia do Autor

Matheus Andrade Marques, Universidade Federal do Ceará

Doutorando em Geografia pela Universidade Federal do Ceará

Downloads

Publicado

28-09-2021

Como Citar

MARQUES, M. A. VALORIZAÇÃO E DINÂMICA SOCIOESPACIAL DO ESPAÇO URBANO: OLHARES SOBRE O ESPIGÃO COSTEIRO NO BAIRRO PONTA D’AREIA EM SÃO LUÍS (MARANHÃO, BRASIL). Geografia em Questão, [S. l.], v. 14, n. 2, 2021. DOI: 10.48075/geoq.v14i02.26272. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/geoemquestao/article/view/26272. Acesso em: 24 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos