“DO MAPA AO MODELO”: REPRESENTAÇÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL URBANA DE OSVALDO CRUZ/SP

Autores

  • Valéria LIMA

DOI:

https://doi.org/10.48075/geoq.v4i1.4763

Resumo


A modelização é uma forma de representação de fatores e dinâmicas de um determinado espaço, pode auxiliar análises dos elementos que estão sendo apresentados em um mapa, por exemplo, e pode facilitar a organização de dados e informações. Como uma forma de contribuir na representação da qualidade ambiental da cidade de Osvaldo Cruz/SP, elaborou-se através desta técnica modelos para auxiliar na compreensão de sua dinâmica e espacialização. A qualidade ambiental refere-se ao padrão de satisfação ambiental, envolvendo os elementos naturais (meio físico e biológico) e antrópico (economia, cultura, relações sociais). A análise da qualidade ambiental da cidade de Osvaldo Cruz/SP teve como base a metodologia fundamentada no Planejamento da Paisagem e sua principal ferramenta foi a representação de atributos ambientais. Utilizou-se do cruzamento dos atributos: uso do solo; déficit de espaços públicos destinados a áreas verdes; densidade populacional, áreas susceptíveis às enchentes; ausência de cobertura vegetal arbórea. Através do modelo foi possível verificar que os problemas relativos a baixa qualidade ambiental na cidade se concentram numa área que acompanha parte de um dos principais eixos de expansão urbana da cidade.

Downloads

Publicado

20-02-2011

Como Citar

LIMA, V. “DO MAPA AO MODELO”: REPRESENTAÇÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL URBANA DE OSVALDO CRUZ/SP. Geografia em Questão, [S. l.], v. 4, n. 1, 2011. DOI: 10.48075/geoq.v4i1.4763. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/geoemquestao/article/view/4763. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos