POTENCIAL FISIOLÓGICO DE SEMENTES ARMAZENADAS DE CULTIVARES DE FEIJÃO-CAUPI PRODUZIDAS NO ESTADO DO PARANÁ

Autores

  • Nayara Parisoto Boiago
  • Andréa Maria Teixeira Fortes
  • Sara Regina Kulzer
  • Francielly Torres dos Santos Koelln

Palavras-chave:

Vigna unguiculata, Teste de Condutividade Elétrica, Vigor

Resumo


O presente trabalho objetivou avaliar a qualidade fisiológica e o vigor de sementes armazenadas de diferentes variedades de feijão-caupi. As sementes, produzidas na região oeste do Paraná, foram armazenadas sob refrigeração e posteriormente utilizadas no teste de germinação, teste de desenvolvimento inicial de plântulas e teste de condutividade elétrica. As sete variedades estudadas foram Tumumaque, Panaguaçu, Caleamé, Potengui, Xique-Xique, Pajéu e Guariba. Os experimentos foram conduzidos em câmara de germinação com temperatura e fotoperíodo controlados. Os parâmetros analisados foram a porcentagem de germinação, tempo médio e velocidade média de germinação, comprimento médio de raiz e parte aérea, biomassa seca da raiz e da parte aérea. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste Tukey, 5% de significância. O potencial fisiológico das sementes diferiu entre as variedades estudadas. A variedade Guariba mostrou-se mais sensível ao período de armazenamento possuindo o menor percentual germinativo e o menor vigor observado no teste de condutividade elétrica em relação às demais variedades. Já as variedades Tumumaque, Panaguaçu, Caleamé, Potengui, Xique – Xique e Pajéu apresentaram viabilidade.

Downloads

Publicado

12-04-2012

Como Citar

BOIAGO, N. P.; FORTES, A. M. T.; KULZER, S. R.; KOELLN, F. T. dos S. POTENCIAL FISIOLÓGICO DE SEMENTES ARMAZENADAS DE CULTIVARES DE FEIJÃO-CAUPI PRODUZIDAS NO ESTADO DO PARANÁ. Varia Scientia Agrárias, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 21–32, 2012. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variascientiaagraria/article/view/6067. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Armazenamento e Pós-Colheita