CARACTERIZAÇÃO DA CASCA DE ARROZ PARA GERAÇÃO DE ENERGIA

Autores

  • Ana Carla Vieira
  • Samuel Nelson Melegari de Souza
  • Reinaldo Aparecido Bariccatti
  • Jair Antonio Cruz Siqueira
  • Carlos Eduardo Camargo Nogueira

Palavras-chave:

biomassa, análise imediata, energia renovável

Resumo


A energia presente na biomassa pode ser convertida em
combustíveis líquidos, sólidos e gasosos. Os resíduos agrícolas (considerados
como biomassa) armazenam energia considerável para ser aproveitada. O
Brasil, por apresentar grandes dimensões cultiváveis, solo e condições
climáticas adequadas, afigura-se como um dos maiores fornecedores de
matérias primas para a produção de bioenergia, ou seja, os resíduos gerados
durante o processo de produção agrícola podem ser utilizados para geração
de energia. Assim, este trabalho teve como objetivo caracterizar as
propriedades da casca de arroz para geração de energia. A caracterização
dessa biomassa foi obtida através de poder calorífico, com análise imediata
regida pelas normas da ABNT (NBR 8112). A biomassa foi seca em uma estufa
para em seguida queimá-la em mufla a diferentes temperaturas conforme a
análise pretendida. O Poder Calorífico Superior foi determinado em bomba
calorimétrica. A casca de arroz apresentou alto teor de volátil (82,09%) e teor
de cinzas relativamente alto (15,51%). Concluiu-se assim que esta biomassa
é adequada para geração de energia, porém deve ser analisada cada propriedade
para escolha da tecnologia e uso final.

Downloads

Publicado

27-03-2012

Como Citar

VIEIRA, A. C.; DE SOUZA, S. N. M.; BARICCATTI, R. A.; SIQUEIRA, J. A. C.; NOGUEIRA, C. E. C. CARACTERIZAÇÃO DA CASCA DE ARROZ PARA GERAÇÃO DE ENERGIA. Varia Scientia Agrárias, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 51–57, 2012. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variascientiaagraria/article/view/6100. Acesso em: 21 maio. 2022.

Edição

Seção

Engenharia Rural