NOVAS FRONTEIRAS: IMIGRAÇÃO HAITIANA E OS DESAFIOS ORGANIZACIONAIS - PRIMEIRAS ANÁLISES

Beatriz Leite Gustmann de Castro, Maria de Lourdes Bernartt

Resumo


A imigração é um fenômeno que acompanha a história da humanidade, no entanto, é instigante o fato do Brasil estar recebendo um movimento imigratório denso dos haitianos que incluem o território brasileiro como destino para buscar melhores condições de vida. Assim, o estudo ora construído tem como escopo analisar o contexto da imigração haitiana no Brasil, e a integração dos trabalhadores haitianos nas empresas em que são alocados. A pesquisa caracteriza-se como bibliográfica possibilitando a fundamentação teórica, que posteriormente será aprofundada. Neste sentido, a temática se justifica porque é de suma relevância compreender as relações que se estabelecer com gestores, colegas de trabalho, haja vista, que existem culturas, valores, hábitos distintos constituindo um ambiente desafiador onde a interculturalidade está presente a todo momento. Assim sendo, é preciso construir pesquisas que facultem suporte de informações possibilitando conhecimento de como conduzir as relações estabelecidas, bem como minimizar os impactos de embates culturais. Logo, é importante conhecer a cultura haitiana, pelo brasileiros, tal como disseminar a nossa cultura brasileira para os imigrantes ocorrendo a troca de experiências, conhecimento, não para determinar uma cultura homogênea, mas para viabilizar a integração e dinâmica da equipe de trabalho, consentindo com as diferenças e tornando o ambiente favorável para o desenvolvimento dos trabalhos designados. 

Texto Completo: PDF




Gestão e Desenvolvimento em Revista

e-ISSN 
2446-8738

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Francisco Beltrão

Rua Maringá, 1200 - Bairro Vila Nova

Francisco Beltrão – Paraná - CEP: 85605-010

| gdemrevista@gmail.com |

Sobre o Projeto SABER | Unioeste | IBICT