O PROBLEMA DO HERÓI GETÚLIO VARGAS: O TEMPO DA ESCRITA E SEUS INTERESSES NA ATUALIZAÇÃO DE PERSONAGENS HISTÓRICOS

Izis Guimarães Mueller, Maria Aparecida Silva de Sousa

Resumo


O presente artigo concentra-se na análise do texto dramático Dr. Getúlio, sua vida e sua glória, escrito por Dias Gomes e Ferreira Gullar, em 1968. Buscou-se discutir as relações entre historicidade, memória, política e produção artística, evidenciando como esses elementos se articulam na construção do sentido do texto. Articulamos proposições de estudiosos da dramaturgia brasileira, como Décio de Almeida Prado, Renata Pallottini, Anatol Rosenfeld e Sandra Pascolati, para identificar, na construção do texto, o caráter atribuído às personagens; as teorizações sistematizadas por Jacques Le Goff, Maurice Halbwachs e Levi Vigotski, quanto à dimensão social da memória e da subjetividade; e a trajetória de Gomes e Gullar, com atenção aos grupos com os quais eles se engajaram. Em diálogo com as proposições de Michel Foucault, para quem a autoria de um texto está marcada pelo contexto de sua enunciação, intentamos conhecer as circunstâncias que possibilitaram a construção do caráter desta rememoração e as relações discursivas deste texto com a temporalidade em que foi produzido. Assim, notou-se que o texto analisado caracteriza a personagem como um herói e, para isso, elimina as contradições do sujeito histórico. Vargas é representado como um político nacionalista, vítima do imperialismo, desconsiderando que ele próprio negociou com esse mesmo imperialismo, além de ter feito uso de medidas autoritárias e violentas em seus governos. Concluímos que o texto apresenta uma homenagem positiva à memória do ex-presidente, como estratégia de enfrentamento à Ditadura Civil Militar, e em consonância com a tradição intelectual de esquerda que lhes era contemporânea. 


Palavras-chave


Memória, Ditadura, Getúlio Vargas, Dias Gomes, Ferreira Gullar

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2020 Revista de Literatura, História e Memória

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista de Literatura, História e Memória - Qualis B2

ISSN: 1983-1498 — ISSN: 1809-5313


Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Programa de Pós-Graduação em Letras - PPGL

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalhm@gmail.com |