CAMPO DE SANGUE: A GUERRA CIVIL ESPANHOLA EM O ANO DA MORTE DE RICARDO REIS DE JOSÉ SARAMAGO

Autores

  • Gerson Luiz Roani

DOI:

https://doi.org/10.48075/rlhm.v8i12.7001

Palavras-chave:

José Saramago, Guerra Civil Espanhola, romance português

Resumo


Em O Ano da Morte de Ricardo Reis de José Saramago, o questionamento da verdade dita histórica acentua-se nas passagens narrativas que abordam o quadro espanhol de 1936. A narrativa focaliza os episódios que conduziram à Guerra Civil Espanhola, como uma espécie de encruzilhada do século XX. O romance de Saramago oferece um panorama convincente, doloroso e vivido do que foi um das maiores convulsões histórico-políticas da civilização. A escritura de Saramago enfatiza o imaginário da destruição de uma Espanha e de um povo com a liberdade anulada.

Downloads

Publicado

06-12-2012

Como Citar

ROANI, G. L. CAMPO DE SANGUE: A GUERRA CIVIL ESPANHOLA EM O ANO DA MORTE DE RICARDO REIS DE JOSÉ SARAMAGO. Revista de Literatura, História e Memória, [S. l.], v. 8, n. 12, 2012. DOI: 10.48075/rlhm.v8i12.7001. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/rlhm/article/view/7001. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ VISÕES E (RE)VISÕES DA GUERRA CIVIL ESPANHOLA NA LITERATURA