MEMÓRIA E IDENTIDADE NO SUL DO BRASIL: O ENSAIO HISTÓRICO DE SIMÕES LOPES NETO

Jocelito Zalla

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar as posições de João Simões Lopes Neto (1865-1916) nas disputas de memória e de representação da nação na Primeira República, através de seu livro Terra Gaúcha. Trata-se de averiguar como sua visão do passado rio-grandense se articulava a problemas nacionais mais amplos, e quais as possibilidades do ensaio histórico para a construção de identidades políticas. Ao se propor tecer uma narrativa histórica popular para o Rio Grande, o escritor apresenta um modelo de identidade para a região, confirmando a figura do gaúcho pampiano como seu sujeito representativo. A análise do texto revela, contudo, que ainda não havia restrições nacionalistas rígidas a esse modelo. 

Texto completo:

PDF