Os sujeitos históricos e o ensino de História: Os heróis precisam ser banidos?

Autores

  • Maria Antonieta de Campos Tourinho

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v12i1.1944

Resumo


O texto partindo de reflexões sobre o que é “novidade” no conhecimento histórico, sobre as configurações que toma o conceito de cotidiano ao longo do tempo e particularmente sobre o espaço aberto pela historiografia contemporânea ao acolhimento do homem comum como sujeito da história, reflete sobre as ressonâncias destas inovações no ensino e aprendizagem em História. Considerando a importância da incorporação destes sujeitos a este ensino para uma aproximação mais estreita do aluno com a história, defende que a animação trazida às aulas por estes novos personagens pode ser ampliada com a permanência em cena dos chamados grandes personagens até mesmo através da desconstrução de algumas “verdades” que cercam suas imagens.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

TOURINHO, M. A. de C. Os sujeitos históricos e o ensino de História: Os heróis precisam ser banidos?. Tempos Históricos, [S. l.], v. 12, n. 1, p. p. 57–79, 2000. DOI: 10.36449/rth.v12i1.1944. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/1944. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: O ensino de História em questão