MESTRANÇA: GIOCONDA MUSSOLINI E A ANTROPOLOGIA EM SÃO PAULO (1938 – 1969)

Andrea Ciacchi

Resumo


Gioconda Mussolini (1913-1969) foi a primeira mulher, no Brasil, a fazer da Antropologia social a sua profissão exclusiva. Além do ensino na Faculdade de Filosofia (desde 1938), ela realizou pesquisas etnográficas no litoral norte do Estado de São Paulo, a partir de 1944, e publicou vários artigos. Em 1945, concluiu o Mestrado em Antropologia na Escola de Sociologia e Política de São Paulo, sob a orientação de Herbert Baldus. Este trabalho é dedicado à sua trajetória, como docente de Antropologia, no sistema de ensino vigente na Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo, entre as décadas de Quarenta e de Sessenta. Nele, reúno a maioria dos depoimentos e testemunhos registrados, ao longo da pesquisa, junto aos seus antigos alunos e colegas. 


Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Tempos Históricos

 

e-ISSN 1517-4689 

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

Programa de Pós-Graduação em História

Rua Pernambuco, 1777- Caixa Postal 91

Marechal Cândido Rondon – Paraná- Brasil

CEP: 85960-000

| e-mail principal: revista.thistoricos@unioeste.br — e-mail secundário: thistoricos@yahoo.com.br |