CONTRIBUIÇÕES DE PAUL RICOEUR AOS HISTORIADORES ACERCA DA FENOMENOLOGIA DA MEMÓRIA

Rodrigo Bianchini CRACCO

Resumo


Neste artigo buscamos apresentar possibilidades de apropriação do debate ricoeuriano acerca da memória entre os historiadores. Nas primeiras páginas revisitamos o caminho percorrido por Paul Ricoeur em A memória, a história, o esquecimento, destacando os elementos da fenomenologia da memória em particular ligados à prática historiográfica. Na sequência apresentamos de que forma historiadores como François Hartog, François Dosse, Henry Rousso e Régine Robin se apropriaram da reflexão ricoeuriana acerca da memória em seus trabalhos. Neste percurso pudemos notar que a falsa impressão de esgotamento do debate sobre o tema da memória é deslocada em favor de uma renovação das questões, na medida em que a noção de trabalho de memória incide diretamente sobre a dimensão ético-política dos liames entre história e memória.


Palavras-chave


Teoria da História; Paul Ricoeur; Memória; Apropriação;

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Tempos Históricos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Tempos Históricos

 

e-ISSN 1517-4689 

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

Programa de Pós-Graduação em História

Rua Pernambuco, 1777- Caixa Postal 91

Marechal Cândido Rondon – Paraná- Brasil

CEP: 85960-000

| e-mail principal: revista.thistoricos@unioeste.br — e-mail secundário: thistoricos@yahoo.com.br |