ANÁLISE E DIAGNÓSTICO DA SUSTENTABILIDADE DO ASSENTAMENTO RURAL ELDORADO II, NO MUNICÍPIO DE SIDROLÂNDIA, MS

Autores

  • Regiane Dedé de Oliveira
  • Celso Correia de Souza
  • Mercedes Abid Mercante

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v21i1.14039

Palavras-chave:

Desenvolvimento sustentável, reforma agrária, índice de sustentabilidade, índice de capital social, índice ambiental.

Resumo


Este trabalho de pesquisa teve como objetivo analisar a sustentabilidade socioeconômica e ambiental do assentamento Eldorado II em Sidrolândia (MS). Nas análises foram utilizados dados primários, resultado da aplicação de um questionário estruturado a uma amostra aleatória de 260 assentados. Os dados foram tabulados e processados no sentido de levantar o perfil dos assentados e para calcular os índices de desenvolvimento socioeconômico (IDES), de capital social (ICS) e ambiental (IA). Desses três índices encontrou-se o índice de sustentabilidade (IS). Com os valores encontrados para o IDES, o ICS e o IA, de 0,646, 0,386, 0,572, respectivamente, determinou-se o Índice de Sustentabilidade (IS) do assentamento, cujo resultado foi 0,524. Este resultado está muito próximo daqueles encontrados para assentamentos nos estados do Ceará, Goiás e Rio Grande do Norte, indicando que o problema pode ser conjuntural, necessitando, por parte do governo, de uma melhor análise nas diretrizes de implantação de novos assentamentos.

Downloads

Publicado

31-07-2017

Como Citar

OLIVEIRA, R. D. de; SOUZA, C. C. de; MERCANTE, M. A. ANÁLISE E DIAGNÓSTICO DA SUSTENTABILIDADE DO ASSENTAMENTO RURAL ELDORADO II, NO MUNICÍPIO DE SIDROLÂNDIA, MS. Informe GEPEC, [S. l.], v. 21, n. 1, p. p.149–168, 2017. DOI: 10.48075/igepec.v21i1.14039. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/14039. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos