De que sofrem os trabalhadores rurais? – Análise dos principais motivos de acidentes e adoecimentos nas atividades rurais

Autores

  • Raquel Aparecida Alves
  • Magali Costa Guimarães

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v16i2.5563

Palavras-chave:

Trabalho Rural, Saúde no Trabalho, Segurança no Trabalho

Resumo


O foco deste estudo de caráter exploratório foi investigar as causas mais comuns de acidentes/ adoecimentos nas atividades de trabalhadores rurais. Além disso, buscou-se investigar quais medidas são adotadas pelas organizações investigadas (Condomínios Rurais) em termos de prevenção. Utilizou-se para coleta de dados de entrevistas estruturadas realizadas com gestores de dois Condomínios Rurais localizados em Unaí/MG (n=2), com o técnico de segurança (n=1) e o médico do trabalho (n=1) que atuam em somente um dos Condomínios. Também foi realizada a análise de documentos internos das Organizações referente aos anos de 2005 e 2006 (ASO - Atestados de Saúde Ocupacional, CATs - Comunicação de Acidentes do Trabalho e RAIS - Relações Anuais de Informação Social). Chegou-se às seguintes conclusões: a) os trabalhadores sofrem com as excessivas demandas físicas do trabalho, sendo que as distenções/torções e fraturas nos membros superiores são os principais tipos de acidentes; b) as doenças osteomusculares e do tecido conjuntivo são as que mais afetam os trabalhadores; c) as medidas de prevenção adotadas são o fornecimento de EPIs, treinamento, orientação e fiscalização para verificar seu uso e d) outras medidas de proteção à saúde giram em torno de orientações sobre formas de trabalho e sobre pausas para descanso, não sendo estas cumpridas em razão do sistema de pagamento por produção. 

Downloads

Publicado

13-03-2014

Como Citar

ALVES, R. A.; GUIMARÃES, M. C. De que sofrem os trabalhadores rurais? – Análise dos principais motivos de acidentes e adoecimentos nas atividades rurais. Informe GEPEC, [S. l.], v. 16, n. 2, p. 39–56, 2014. DOI: 10.48075/igepec.v16i2.5563. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/5563. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos